Translate this Page

Rating: 3.0/5 (905 votos)



ONLINE
8




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter


teologia sistamatica teofania
teologia sistamatica teofania

,                               REVELAÇÂO DE DEUS , TEOFANIA ETC                 

                                      Revelação Especial 

 

Nós temos falado sobre como nós sabemos que Deus existe. Existe evidência? Quais são as formas que Deus revelou a si mesmo?

 A primeira coisa que olhei foi a revelação geral. Deus deu a revelação a todas as pessoas, mostrando que ele existe. Existem dois aspectos fundamentais da revelação geral, ea primeira é a criação. Vemos o seu testemunho de forma muito clara em sua criação. Criação gaba de que há um Deus. Davi disse: "Os céus declaram a glória de Deus; eo firmamento anuncia a obra das suas mãos "( Salmo 19: 1 ). Quando olhamos para a criação e como belo, complexo e dinâmico que é, ele se orgulha de um ser maior e design inteligente. E pensar que tudo aconteceu por acaso é tolice. O salmista diz: "Diz o insensato no seu coração não há Deus" ( Salmo 14: 1 ). É tolice pensar que não há Deus.

 

A segunda forma de revelação geral é a lei natural ou a consciência do homem. Porque Deus fez o homem à sua imagem, continua a haver uma consciência, um código moral entre todos os homens. Em cada nação, apesar de diferentes culturas e experiências, que, naturalmente, têm as mesmas leis: não roubar, não matar, etc. Isto vem de Deus, e ele testemunha explicitamente dele. Romanos 1:29 diz: "Porque o que é conhecido sobre Deus é evidente dentro deles "(NVI). O conhecimento de Deus está dentro do homem, sendo revelado através da consciência.

 

Que outras evidências atestam a existência de Deus?

 

Nesta lição, vamos olhar para revelação especial. "Considerando que a revelação geral está disponível para todas as pessoas em geral, específico (ou especial) revelação está disponível apenas para pessoas específicas e em horários e locais específicos."1 Nós vamos estar a olhar para seis principais formas que Deus escolheu para revelar-se especificamente para as pessoas ao longo da história.

 

Anjos 

O primeiro aspecto da revelação especial vem em forma de anjos. Em todo o Antigo e Novo Testamento, temos visto muitos relatos onde Deus revelou-se através de anjos. O que são anjos?

 

Ministros para os santos

 "Não são todos eles espíritos ministradores, enviados para servir aqueles que hão de herdar a salvação?" ( Hebreus 1:14 )

 Os anjos são espíritos enviados por Deus para ministrar aos que são salvos. Uma vez que eles são espíritos, eles normalmente não pode ser visto a menos que Deus escolhe para revelá-los. I Coríntios 11:10 nos diz que eles estão envolvidos em serviços religiosos de alguma maneira.

 "Por esta razão, e por causa dos anjos, a mulher deve ter um sinal de autoridade sobre sua cabeça" ( 1 Cor 11:10 ).

 Ele chama as mulheres a usar um sinal de autoridade sobre suas cabeças, para que eles não vão perder o ministério dos anjos. Parece que as esposas estavam desrespeitando seus maridos por tirar sua cobertura, o que os impediria de receber ministério angélico. Deus sempre usou anjos para servir os santos, embora a maioria das vezes é feito de forma invisível.

 Proteção Angelical

 

Vimos esta forma de revelação na história de Lot em Gênesis 19 . Em resposta às orações de Abraão, Deus enviou dois anjos para avisar Ló e levá-lo para fora de Sodoma e Gomorra como Deus estava prestes a julgar a cidade. Esta revelação de Deus por meio de anjos foi dado, especificamente, a Ló e anterior a seu tio Abraão ( Gn 18 ). Eles assistiram Deus mover-se e intervir para salvar os seus eleitos.

 Vimos também uma revelação especial de anjos com Eliseu em 2 Reis 6 . Nessa narrativa, os exércitos do rei Aram estavam cercando a casa de Eliseu, enquanto ele e seu servo estavam esperando dentro. O servo estava com medo por isso Eliseu orou para que Deus abra os olhos de seu servo. Quando seus olhos foram despertados para a revelação especial, ele viu anjos ao redor do campo com cavalos e carros de fogo para protegê-los. Os anjos então atingiu os soldados com cegueira, e Eliseu e seu servo foram protegidos (v.17).

 

Isto pode parecer único, mas a Bíblia ensina que os anjos estão sempre nos protegendo também. Ouça o que o Salmo 91: 1 diz: ". Para ele ordene a seus anjos a respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos" Cristo, de fato, disse isso sobre a proteção angelical, "Veja que você não olhe para baixo em um destes pequeninos. Pois eu vos digo que seus anjos no céu (grifo meu) sempre ver o rosto de meu Pai que está nos céus "( Mt 18:10 ). Ao longo da história por causa dessa alguns até acreditavam em "anjos da guarda." Sabemos que a igreja primitiva fez. Olhe para o que a Igreja disse que quando Peter apareceu em sua porta depois de ser libertado da prisão.

 

Quando ela reconheceu a voz de Pedro, ela estava tão feliz que ela correu de volta sem abri-lo e exclamou: "Pedro está à porta!" "Você está fora de sua mente", disseram-lhe. Quando ela insistia que era assim, eles disseram: " Ele necessário ser seu anjo . "(grifo meu) Atos 12: 14-15

Estamos sempre protegido por eles, embora não vê-lo. Esta é uma revelação única de Deus.

 

Mensageiros angelicais

 Além disso, a Bíblia mostra anjos serem mensageiros de suas palavras. A Escritura diz que mesmo a Lei de Moisés foi dada por anjos. Atos 7:53 diz o seguinte: "... vós que recebestes a lei que foi colocado em efeito através anjos , mas não obedeceu "(grifo meu).

 Outra vez, vemos Deus usando anjos para dar a sua revelação foi com o nascimento de João Batista e de Jesus. Em Lucas 1 , um anjo revela-se a Zacarias, pai de João Batista, para compartilhar que ele teria um filho cujo nome seria João. Em torno do mesmo período de tempo, o anjo Gabriel foi enviado para compartilhar com a Maria que ela também iria em breve dar à luz a um bebê que seria o Filho de Deus. Após o nascimento de Jesus, outro anjo anuncia o nascimento de Cristo aos pastores em um campo em Lucas 2 . Deus enviou anjos para preparar as pessoas para o nascimento de seu filho e também para João Batista, que iria preparar o caminho para o seu Filho.

 No livro de Daniel, também vemos um anjo entregar uma mensagem. Em Daniel 10 , Daniel estava orando por duas semanas para que Deus libertar seu povo do domínio da Babilônia e enviá-los de volta à sua terra, e, ao final de duas semanas, um anjo apareceu-lhe dando uma profecia sobre o futuro de Israel .

 Podemos ter certeza de que wh en Deus está falando conosco através da Bíblia, sermões, ou através de outras pessoas, seus anjos estão freqüentemente envolvidos, mesmo que nós não os vemos. Mas, às vezes, Deus permite que os seus anjos para ser visível e para o seu povo para receber a revelação diretamente através deles.

 

Os anjos são uma forma de revelação especial que ele só dá às vezes a pessoas específicas.

 

Prova dos Anjos

 

Não temos qualquer prova de que os anjos existem? Sim, nós fazemos.

 

Curiosamente, a Bíblia não é o único recurso que ensina sobre anjos. Antes de a Bíblia foi ainda criado, a crença em anjos sempre existiram. Ruínas antigas nos mostram que praticamente todas as sociedades antigas acreditavam em anjos. Antigo Egito, Fenícia antiga, antiga Babilônia e todos têm figuras de pessoas, animais alados, e combinações dos mesmos ao longo de suas ruínas.2

 Uma ruína específica antiga devemos considerar é o da antiga Babilônia, que fica bem no lugar onde a maioria acredita que o Jardim do Éden estava localizado. De acordo com Gênesis 3 , quando Adão e Eva pecaram, Deus os expulsou do jardim do Éden para que não comesse da árvore da vida e viver para sempre em seus pecados. Mas o que é interessante é que Deus colocou um querubim na frente do jardim para guardar o caminho da árvore ( Gn 3:24 ). Na Babilônia, ruínas antigas foram encontrados de criaturas aladas com o rosto de touros e leões, que são duas das faces de um querubim. Querubins realmente tem quatro cabeças de acordo com a Escritura como visto em Ezequiel 01:10 .

 Seus rostos estavam assim: Cada um dos quatro tinham o rosto de um homem, e no lado direito cada um tinha o rosto de um leão, e do lado esquerdo do rosto de boi; cada um também tinha o rosto de uma águia.

 Tudo isso sustenta a crença de que há anjos de verdade e que Deus tem, ao longo da história, escolhida para dar revelação especial através deles para algumas pessoas.

 

Profetas e Apóstolos

 

Que outras formas de revelação especial que nós temos? Temos os profetas e apóstolos que falaram com autoridade por Deus ao longo da história da Escritura. Eles eram os escritores principais da Escritura. Os profetas escreveram o Velho Testamento eo Novo Testamento foi escrito principalmente por meio dos apóstolos.

 

Profetas

 

No Antigo Testamento, Deus fala através de pessoas chamados profetas como Moisés, Isaías e Jeremias, que deu ao povo a Palavra de Deus para eles seguirem. Uma frase comum do profeta foi: " Este é o que o Soberano Senhor diz "( Ezequiel 13: 3, 21 : 16, 34:11), já que muitas vezes deu as instruções de Deus literalmente. Os profetas iria corrigir as nações do seu pecado e chamá-los de volta para seguir os mandamentos de Deus.

 

Ainda existem profetas hoje?

 

No Novo Testamento, havia ainda profetas ministrando na igreja primitiva ( Atos 13: 1 ), e as Escrituras indicam que as pessoas ainda recebem dons proféticos hoje ( 1 Coríntios 12:10 ). No entanto, estes não seriam o mesmo que o profeta do Antigo Testamento. O profeta do Antigo Testamento era para ser sem erros em seu ministério, e se ele cometeu um erro, ele estava para ser morto porque isso iria provar que ele não era um profeta de Deus ( Dt 18: 20-22 ). Hebreus diz que os profetas parou de falar quando Cristo veio ( Hebreus 1: 1-2 ), e Jesus disse que o último profeta foi João Batista ( Mt 11:13 ). Após os profetas, Cristo veio para falar e seu ministério foi continuado através de seus apóstolos. Profetas de hoje não seria equivalente ao profeta do Antigo Testamento. O seu ministério primário seria fortalecer, encorajar e confortar a igreja ( 1 Coríntios 14: 3 ).

 

Apóstolos

 

Os apóstolos são contrapartida do Novo Testamento aos profetas do Antigo Testamento. Eles foram testemunhas da ressurreição ( 1 Coríntios 9: 1 ) e estabeleceu as fundações da igreja, tanto por seu ensinamento e missão de trabalho ( Efésios 2:20 ). Eles também foram os autores principais do Novo Testamento e falou com a autoridade do Senhor. Os apóstolos eram doze, Paul, James, e talvez alguns outros.3

 Onde os profetas muitas vezes falou literalmente, exatamente o que Deus disse, Deus falou através dos apóstolos nas Escrituras usando sua personalidade, experiências e educação, e, ainda, sua escrita se manteve sem erros. Isto é claramente demonstrado através dos livros do Novo Testamento. Eles mostram diferentes estilos de expressão e diferentes habilidades de escrita. Deus falou através deles sem contornar suas personalidades.

 Ainda há apóstolos hoje? A palavra apóstolo no grego significa apenas "enviou um." Há apóstolos hoje no sentido de aqueles que são enviados como missionários para plantar igrejas e servir em vários ministérios. No entanto, a Escritura parece indicar que Paulo foi o último apóstolo, no sentido de estabelecer o fundamento da igreja ( Ef. 2:20 ). Olhe para o que Paulo diz em 1 Coríntios 15: 4-9 : 

Que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras, e que ele apareceu a Pedro e depois aos Doze. Depois disso, ele apareceu a mais de quinhentos irmãos de uma só vez, a maioria dos quais ainda vive, embora alguns já tenham adormecido. Depois, ele apareceu a James, então a todos o apóstolos, e último de todos ele apareceu a me Também, como a uma anormalmente nascido. Por Eu sou o mínimo de o apóstolos e nem sequer mereço ser chamado apóstolo, porque persegui a Igreja de Deus. (Grifo meu)

 Ao falar sobre a ressurreição de Cristo, Paulo compartilha que Cristo se revelou a "todos os apóstolos" e "último" a ele, como um "abortivo" (v.7). Paulo parece estar dizendo que ele era o "último" e que a sua vocação ao apostolado era "anormal". Todos os outros apóstolos tinham estado com Cristo desde o início de seu ministério (cf. Atos 1:21 ), mas Paul se tornou um seguidor depois da sua ressurreição através de uma visão em Damasco ( Atos 9 ). Parece que a partir do ensino de Paulo de que ele era o último membro oficial dos apóstolos que serviram um papel especial no estabelecimento da igreja. O profeta eo apóstolo eram uma forma de revelação especial dada por Deus para revelar-se.

 

Vários Métodos: visões, sonhos, pesquisa, estudo, etc.

 

De que outra forma se Deus revelou-se ao longo da história?

 

Deus revelou-se ao longo da história de várias maneiras. Ele falaria através de sonhos como com José ( Gn 37: 5 ). Às vezes, ele falaria por meio de visões como com Daniel ( Daniel 8: 1 ). Às vezes, ele iria falar verbalmente, com Abraão ( Gn 12: 1-3 ). Às vezes, Deus fala com as pessoas em métodos regulares como fazer pesquisa histórica como vemos com os escritores dos evangelhos. Ouça o que Lucas disse sobre sua escrita em Lucas 1: 1-3 :

 Muitos se comprometeram a elaborar um relato das coisas que se cumpriram entre nós, assim como eles foram entregues para baixo a nos por aqueles quem a partir de o primeiro foram testemunhas oculares e servos de o palavra . Por isso, desde que eu me ter cuidado investigada tudo a partir de o início , parecia bom também para mim escrever um relato ordenado para ti, excelentíssimo Teófilo (grifo meu

 

Lucas não estava sentado em seu quarto e Deus lhe deu uma visão milagrosa. Ele estudou e olhou para recursos históricas primárias e secundárias como um pesquisador e ainda foi guiado por Deus na escrita de sua Palavra.

 Para outros, a sua escrita ou revelação parece ter sido desenvolvido da mesma forma um sermão era. Eles estudaram o Antigo Testamento, olhou para eventos históricos, encontrou aplicações, e escreveu uma carta demonstrando esses insights.

 Por exemplo, o livro de Hebreus é essencialmente um livro tópico comparando a antiga aliança para a nova aliança. Ele argumenta que a nova aliança e Cristo são melhores do que a lei e as sombras da antiga aliança. O autor cita o Antigo Testamento mais do que qualquer outro autor do Novo Testamento. O escritor obviamente estudado a lei, no entanto, ao mesmo tempo, claramente recebeu revelação especial de Deus ao estudar e escrever. Ele se expande em conceitos já ensinados, como novo papel de Cristo como sumo sacerdote que reza diariamente para os crentes no céu (cf. Salmo 110: 4 , Hebreus 7 ). Deus usou tanto métodos irregulares e regulares para dar revelação para os escritores.

 

Wayne Grudem resume o processo de revelação muito bem nesta citação:

 

Entre esses dois extremos de ditado pura e simples, de um lado, e comuns de investigação histórica, por outro lado, temos muitas indicações de várias maneiras pelas quais Deus se comunicava com os autores humanos das Escrituras. Em alguns casos, a Escritura nos dá dicas destes vários processos: fala de sonhos, de visões, de ouvir a voz do Senhor ou em pé no conselho do Senhor; ele também fala de homens que estavam com Jesus e observaram sua vida e ouviram seus ensinamentos, homens cuja memória dessas palavras e atos foi feita completamente exata pela ação do Espírito Santo como ele trouxe coisas à sua lembrança ( João 14:26 ). No entanto, em muitos outros casos, a maneira usada por Deus para trazer o resultado que as palavras da Escritura foram suas palavras simplesmente não é divulgado para nós. Aparentemente, foram usados ​​muitos métodos diferentes, mas isso não é importante que nós descobrimos que estes eram precisamente em cada caso. 

Nos casos em que a personalidade e estilo de escrita humana comum do autor foram destaque envolvidos, como parece ser o caso com a maior parte das Escrituras, tudo o que somos capazes de dizer é que a supervisão providencial de Deus eo sentido da vida de cada autor foi tal que as suas personalidades, suas origens e formação, suas habilidades para avaliar os eventos no mundo ao seu redor, o seu acesso a dados históricos, o seu julgamento em relação à precisão das informações, e as suas circunstâncias individuais quando eles escreveram, estavam todos exatamente o que Deus queria que eles sejam, de modo que quando eles realmente chegou ao ponto de colocar a caneta no papel, as palavras eram totalmente suas próprias palavras mas também plenamente as palavras que Deus queria que eles escrevem, palavras que Deus também reivindicam como sua.4

 Considerando tudo isso, pode-se perguntar: "Será que Deus ainda fala através de sonhos e visões?" Certamente, Deus está falando feito no sentido de acrescentar à revelação das Escrituras (cf. Ap 22: 18-19 , Judas 1: 3 ) , mas que Deus ainda fala em formas carismáticas?

 Não há Escritura claro que declara Deus nunca vai falar dessa maneira. No entanto, seu principal método de falar sempre através de sua Palavra completou. Escritura apresenta muitos desses vários métodos como incomum, como Jesus dando uma visão de Paul e ele ser miraculosamente convertido ( Atos 9: 3-6 ). Com isso dito, estamos a ouvir histórias de muçulmanos que está sendo convertido através de visões o tempo todo. Muitas vezes, essas histórias são muito parecidas com Paul, essas pessoas normalmente são muito antagônicas em relação ao cristianismo, e ainda assim, Deus é misericordioso e os salva. Olhe para o que Paulo diz sobre si mesmo: "Mesmo que eu era uma vez um blasfemador, perseguidor, e um homem violento, me foi concedida misericórdia, porque agi por ignorância e incredulidade" ( 1 Tm 1:13 ).

 Sem dúvida, quando Deus salva desta maneira, é um ato de misericórdia também. Mesmo que isso pode não ser o método normal ou o nosso pão de cada dia, não devemos excluir esta como uma forma que Deus pode optar por falar com os seus santos. Deus ainda escolhe falar ao seu povo milagrosamente; no entanto, estas formas de revelação pode ser falsificada, e, portanto, deve ser testado e aprovado pela Palavra escrita de Deus ( 1 João 4: 1 ).

 

Aplicações 

Há aplicações que podem ser tomadas a partir de Deus, muitas vezes optando por usar vários métodos ao longo da história para falar com as pessoas?

 

Uma das aplicações encorajadores acho que podemos tirar dos vários métodos de revelação especial i S, que Deus fala e, por vezes, os ministros com as pessoas de forma diferente. Algumas pessoas podem ter experiências muito carismáticos, onde Deus fala-lhes através de sonhos, visões ou uma voz audível, mas para os outros, Deus fala principalmente através de formas menos dramáticas, tais como: sua soberania sobre as circunstâncias, fortes impressões (cf. 2 Cor 2:12 -13 ), e estudando ou pesquisando sua Palavra.

 No entanto, muitas vezes, as pessoas vêm de Deus e esperar que ele fala muito milagrosamente. Eles esperam que ele responda claramente a perguntas como:? "Quem eu deveria casar" "Que escola eu deveria ir para" "Que trabalho que devo tomar" "Que carro devo comprar" Às vezes, as pessoas têm essas expectativas, porque eles ter pessoas a quem conheci ministros Deus a mais carismática. É bom lembrar que Deus às vezes opta por ministrar a seus filhos de maneiras diferentes. Isso deve ajudar a manter-nos de tornar-se desanimado quando não recebermos algo único ou orgulhosa quando o fazemos.

 

Exemplo de Pedro e João

 

Não desanime sobre como Deus se relaciona com os outros ou como eles vivenciam ele, confiar fidelidade de Deus para você. Vemos uma ilustração disso quando Cristo restaurou Pedro, no final do Evangelho de João. Em João 21: 19-22 , Cristo disse a Pedro a maneira em que ele ia morrer. Ele ia morrer uma morte de mártir. Depois Pedro respondeu: "O que tem ele?" Referindo-se a João, o apóstolo. Vejamos a passagem:

 Jesus disse isto para indicar o género de morte pelo qual Pedro iria glorificar a Deus. Então ele disse-lhe: "Segue-me!" Pedro voltou-se e viu que o discípulo a quem Jesus amava os seguia. (Este era o único que tinha recostou-se contra Jesus durante a ceia e lhe perguntara: "Senhor, quem é que vai te trair?") Quando Peter viu ele, ele perguntou: " Senhor, o que sobre ele ? "Jesus respondeu:" Se Eu querer ele a permanecer vivo até Eu retornar, o que é que a você? Você necessário seguir me. " (grifo meu)

 Cristo disse: "O que é isso para você? Você deve seguir-me. "Isso é importante porque Deus trabalha e às vezes fala de forma diferente para seus filhos. Se nós gastamos nosso tempo com foco em outros, podemos encontrar-nos desanimados, querendo as suas experiências. Ou você pode encontrar-se orgulhoso por causa de como Deus ministra a você.

 Às vezes, vemos essa inclinação com certos dons como línguas ou profecia. As pessoas encontram-se desesperada para ter línguas quando isso pode não ser um dom que Deus escolhe para dar-lhes. Outros encontram-se orgulhosa sobre seu presente, e eles estão sempre em busca de um lugar para mostrar ou trazer honra para si mesmos. Devemos ser cuidadosos sobre desejando experiências ou relacionamento de outras pessoas com Deus. Somos únicos e Deus trata com cada um de nós de forma única.

 

Jesus disse a Pedro: "O que é para você como eu optar por trabalhar na vida deste homem? Você deve seguir-me. "Por um falso profeta chamado Balaão no AT, Deus escolheu para falar com ele através de um burro, a fim de obter a sua atenção ( Números 22 ). Não foi porque este homem era especial, mas porque este homem não estava escutando. Sua revelação extra não foi uma honra; ele veio porque ele não quis ouvir nenhuma outra maneira. Como com a conversão de Paulo, às vezes, uma revelação dramática é a única maneira de conseguir uma pessoa para responder.

 

Pergunte a qualquer pessoa que tem vários filhos, e eles vão te dizer que bons pais necessita da ministrando a cada criança de diferentes maneiras, simplesmente porque eles são únicos. Deus é da mesma forma conosco. Acho que essa é uma lição que podemos ganhar de olhar para as formas únicas e várias Deus revelou-se ao longo da história da Bíblia.

 

Teofanias

 

Existem outras revelações especiais? Sim, há teofanias.

 Teofanias são manifestações de Deus de maneiras que são tangíveis os sentidos humanos. Em seu sentido mais estrito, aplica-se às aparências visíveis ou auditivas de Deus, muitas vezes, mas não sempre, em forma humana.5 O que identifica uma teofania é tipicamente uma aparição repentina e temporária de Deus, a fim de aprofundar o seu relacionamento com o seu povo. Às vezes, no Antigo Testamento, veríamos Deus aparecer como um anjo, um homem, ou de alguma outra forma para se revelar ao seu povo.

 Deus apareceu como Homens

 

Vemos isso com Jacob lutando com um homem que é chamado de Deus ( Gênesis 32: 24-32 ). O novo nome dado a Jacó era Israel, "aquele que lutou com Deus e prevaleceu." Jacó lutou com Deus em forma humana.

 

Também vemos isso com Abraão reto diante de Deus destruiu Sodoma e Gomorra. Olhe para o que Gênesis 18: 1-2 diz:

 O Senhor apareceu a Abraão perto o grande árvores de Manre , enquanto ele estava sentado à entrada de sua tenda, no calor do dia. Abraão ergueu os olhos e viu três homens de pé nas proximidades. Quando os viu, correu da entrada da tenda ao encontro deles e curvou-se para o chão. (Grifo meu)

 Este texto diz que Deus apareceu a Abraão, e ele fez isso por três homens. Como a história se passa, torna-se claro que dois destes homens eram anjos e um deles era Deus. Em Gênesis 19: 1 , vemos que os dois anjos foram até a casa de Ló, enquanto Deus ficou e falou com Abraão. Mais uma vez, Deus mostrou-se como um homem neste texto.

 Vemos um outro no livro de Daniel, com Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, em Daniel 3 . Eles foram jogados na fornalha ardente por Nabucodonosor, rei da Babilônia. Mas, enquanto no forno, eles não foram queimados, e Nabucodonosor viu uma outra pessoa no fogo. Veja como ele respondeu:

 Ele respondeu, e disse: Eis que eu vejo quatro homens soltos, andando no meio do fogo, e nenhum dano sofrem; eo aspecto do quarto é semelhante ao Filho de Deus. Daniel 3:25 (KJV)

 

Ele respondeu, colocamos três lá dentro, mas nós vemos quatro eo outro parece que o filho de Deus. Parece mais uma vez que Deus aparece na forma de um homem para proteger seus servos fiéis. 

Anjo do Senhor

 

Também vemos Deus escolhendo a revelar-se como um anjo, às vezes no Antigo Testamento, especificamente o Anjo do Senhor. Isso aconteceu com Gideão quando ele foi chamado para liderar Israel em rebelião contra os midianitas. Vejamos Juízes 6: 11-16 ,

 O anjo de o Senhor veio e sat para baixo sob o carvalho em Ofra , que pertencia a Joás, abiezrita, onde seu filho Gideão estava malhando o trigo no lagar para mantê-lo dos midianitas. Quando o anjo do Senhor apareceu a Gideão, ele disse: "O Senhor está com você, poderoso guerreiro". "Mas, senhor", respondeu Gideão, "se o Senhor é conosco, por que tudo isso aconteceu com a gente? Onde estão todas as suas maravilhas que nossos pais nos contaram sobre quando eles disseram: 'Não nos fez o Senhor subir do Egito? Mas agora o Senhor nos abandonou e nos colocou na mão de Midiã. " O Senhor virado a ele e disse, " Vá em o força você ter e salvar Israel fora de Midian ' s mão. Sou Eu não transmissão você? " " Mas Senhor, " Gideon perguntou : "como posso salvar Israel? Minha família é a mais pobre em Manassés, e eu sou o menor da minha família. "Respondeu o Senhor:" Eu estarei com você, e você vai derrubar todos os midianitas juntos. "(Grifo meu)

 

É claro que Gideon inicialmente não reconhecer que este homem era um anjo. Em algum ponto da conversa, Gideão reconheceu que ele era, de fato, o Anjo do Senhor e começou a gritar com medo de Deus (v. 22-23). No entanto, o que é interessante sobre este discurso é o fato de que o narrador começa a abordar o Anjo do Senhor, como Deus. No versículo 14, o narrador diz: "O Senhor se voltou para ele e disse: "com letras maiúsculas, o que significa que era o nome YAHWEH aliança de Deus. O Anjo do Senhor era Deus.

 Vemos também uma aparição do Anjo do Senhor em uma sarça ardente falando a Moisés no livro de Êxodo. Olhe para Êxodo 3: 1-4 :

 Ora, Moisés estava cuidando do rebanho de Jetro, seu pai-de-lei, o sacerdote de Midiã, e levou o rebanho para o outro lado do deserto e chegou a Horebe, o monte de Deus. Há o anjo de o Senhor apareceu a ele em chamas de fogo a partir de dentro uma arbusto . Moisés viu que, embora a sarça estivesse no fogo não queimar. Então Moisés pensou: "Eu vou ir lá e ver essa estranha visão, porque a sarça não se queima." Quando o Senhor viu que ele teve desaparecido sobre a olha, Deus chamado a ele a partir de dentro o arbusto ", Moisés! Moisés! "E Moisés disse:" Eis-me aqui ". (Grifo meu)

 

Aqui vemos que Moisés viu o Anjo do Senhor no meio do mato e depois disso o narrador disse: "Deus chamou-o do meio da sarça "(V.4). O Anjo do Senhor e Deus eram a mesma pessoa.

 

Parece que essas aparições de Deus em forma humana ou angelical sempre com a finalidade de algum chamado especial ou por graça para ser concedida a um servo. Eles não eram normais em tudo.

 Muitos sugerem que, quando Deus apareceu na forma do Anjo do Senhor, que parecia sempre aparecem como um homem, essas aparições foram realmente primeiras aparições do Filho de Deus. Por que eles acreditam nisso? É simplesmente o raciocínio bíblico. Depois que Cristo veio à Terra, ainda temos aparições de anjos, mas não aparições do Anjo do Senhor. Além disso, parece lógico que, como Cristo sempre existiu eternamente, ele era ativo e teria se manifestado no mundo em vários momentos. Muitos acreditam que Cristo comumente fez isso como o Anjo do Senhor.

 

Várias Expressões

 

No entanto, Deus não só aparecem em forma humana ou angelical, ele apareceu em várias formas. Por exemplo, com Abraão, Deus apareceu como um pote de fogo fumar para confirmar a aliança de tornar seus descendentes uma grande nação ( Gênesis 15:17 ). Quando Deus estava conduzindo Israel através do deserto, ele apareceu como uma nuvem de dia e fogo de noite ( Êxodo 13:21 ).

 

Tabernáculo e no Templo

 

Outra forma de uma teofania é a aparência de Deus para Israel na nuvem glória no tabernáculo e depois no templo. Olhe para Êxodo 33: 9 :

 Como Moisés foi em o tenda, o pilar de nuvem faria vir para baixo e ficar na entrada, enquanto o Senhor falava com Moisés. (Grifo meu)

 Este versículo fala do tabernáculo, chamando-o de uma tenda. A presença de Deus desceria em uma nuvem para se encontrar com Moisés na tenda. Este foi morada temporária de Deus para viajar com Israel. Como Israel se moveu, Deus foi com eles; onde quer que fossem, ele foi bem. Deus queria estar com o seu povo em paz, na batalha, na chuva e sol. Deus habitou no meio de Israel.

 Quando assumiu a terra de Canaã, foi então que a sua habitação permanente, o templo foi construído. Em 2 Crônicas 7: 1-3 , vemos a glória de Deus encher o templo:

 

Quando Salomão acabou de orar, desceu fogo do céu e consumiu o holocausto e os sacrifícios, ea glória do Senhor encheu o templo. Os sacerdotes não podiam entrar no templo do Senhor, porque a glória do Senhor encheu-lo. Quando todos os israelitas viram o fogo descendo ea glória do Senhor sobre o templo, ajoelharam-se na calçada, com o rosto para o chão, e adoraram e deram graças ao Senhor, dizendo: "Ele é bom; o seu amor dura para sempre. "(grifo meu)

 Embora o tabernáculo eo templo não são teofanias si mesmos, eles eram o lugar que Deus iria aparecer em uma teofania e fazer sua presença conhecida a Israel. Estas habitações demonstrou o desejo de Deus para a intimidade com o homem. Muitas pessoas vêem o tabernáculo eo templo como muito semelhante ao Jardim do Éden. Ela estava no jardim que Deus andava no meio do povo e tinha intimidade com eles.

 No entanto, este desejo de intimidade é levado para um nível ainda maior no novo pacto, como o corpo de crentes individuais se torna seu templo. Vemos isso em 1 Coríntios 6:19 :

 Não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que habita em vós, o qual tendes da parte de Deus? Você não é o seu próprio.

 Embora não possamos classificar isso como uma teofania, porque é uma manifestação permanente, ainda é uma revelação de Deus. Ele escolheu para fazer a sua casa no corpo dos seus santos.

 Ao longo da história, Deus tornou-se conhecido através de teofanias, aparições temporárias de sua glória. Ele apareceu como um ser humano, um anjo, um arbusto ardente, a nuvem da glória, etc. Ele apareceu a Israel em uma base regular no tabernáculo e no templo. No entanto, em certo sentido, nós experimentá-lo de uma forma ainda maior do que uma teofania, porque ele escolheu habitar permanentemente dentro de nós.

 

Jesus Cristo

 

Final revelação especial de Deus foi visto em seu Filho vir à terra. Os judeus sabiam que ninguém poderia olhar para Deus e viver por causa da sua glória, beleza e santidade. Eles sempre procurava ver o Pai, mas sabia que era impossível. Deus disse a Moisés que ninguém pudesse ver seu rosto e viver ( Êxodo 33:20 ). Na verdade, as pessoas viviam com medo de ver a presença de Deus. Mas em Cristo, o impossível se tornou possível, o Deus do céu e da terra pode ser claramente visto e conhecido.

 João diz o seguinte sobre Jesus: "Ninguém jamais viu a Deus, mas Deus o Único, que está no seio do Pai, deu a conhecer" ( João 1:18 ).

 Como Jesus fazer o Pai conhecido? Como ele revelar mais sobre Deus?

 Jesus trouxe a revelação de Deus de muitas formas, mas vamos olhar para três primário maneiras.

 Jesus revelou ensinamentos de Deus

 A primeira maneira que Jesus fez Deus conhecido estava ao seu ensino. Ouça o que ele disse a Filipe em João 14:10 :

 Não crês que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu digo para você não é apenas meu. Pelo contrário, é o Pai, que vive em mim, que está fazendo o seu trabalho. (grifo meu)

 Quando Jesus disse que Deus estava fazendo seu trabalho, ele estava se referindo aos seus próprios ensinos como vindo diretamente de Deus. Deus estava falando através de Jesus na terra. Cristo ensinou esta verdade em vários momentos. Ele declarou:

 "Quando tiverdes levantado o Filho do Homem, então sabereis que eu sou o que eu reivindicar ser e que nada faço por mim mesmo, mas falo só o que o Pai tem ensinados me. "(grifo meu) João 8:28 b

 Na verdade, isso é melhor ilustrado pelo nome de João chamado Cristo. Ouça a João 1: 1 : "No princípio era o Verbo, eo Verbo estava com Deus, eo Verbo era Deus".

 Quando João chamou Jesus de "Palavra", o nome é uma expressão de uma das funções ou propósitos de Jesus. "Palavra" significa, essencialmente, que Cristo era da comunicação de Deus. Uma das razões que Cristo veio era comunicar as palavras de Deus para nós, ele era a "Palavra" de Deus encarnado.

 Quando olhamos para os ensinamentos de Jesus, vemos as mesmas palavras do Pai. Quando Jesus ensinou a amar seu inimigo e orar por eles, quando ele ensinou que o ódio era equivalente a homicídio, que a luxúria era equivalente a adultério, ouvimos as palavras de Deus. Nas palavras de Cristo, encontramos um padrão que é muito maior do que a nossa, porque é divino. Nas palavras de Cristo, vemos a revelação do Pai.

 

Se queremos conhecer a palavra de Deus sobre como viver, como escolher uma carreira, como ser salvo, como tomar decisões na vida, tudo isso vem através da Palavra de Deus, e Cristo veio para revelar a sua palavra de uma forma maior.

 

Jesus revelou Pessoa de Deus

 

A segunda maneira Cristo revelou Deus foi simplesmente através de sua pessoa. A Bíblia diz que ele é a representação física de Deus. Ouça Colossenses e Hebreus:

 Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação. Colossenses 1:15

O Filho é o esplendor de Deus ' s glória e o exato representação de seu ser , sustentando todas as coisas por sua palavra poderosa. Depois de ter realizado a purificação dos pecados, sentou-se à direita da Majestade nos céus. (Grifo meu) Hebreus 1: 3

Philip disse, "mostra-nos o Pai e isso será suficiente para nós. . Nós apenas queremos ver a Deus e que vai ser o suficiente, que irá nos satisfazer "Jesus disse a Filipe:" Se você me viu, você vê o Pai "( João 14: 9 paráfrase). As pessoas não podiam olhar para Deus face a face no AT, mas nós o vimos na imagem de Cristo.

 Apenas uma vez nos evangelhos que Cristo revela plenamente a sua Divindade e poder. No Monte da Transfiguração, Cristo levou três discípulos até a montanha e lá ele foi transfigurado. Veja o relato em Lucas 9: 28-36 :

 Cerca de oito dias depois Jesus disse isso, ele levou consigo Pedro, João e Tiago, e subiu ao monte para orar. Como ele foi orando, o aparência de seu face alterada, e seu roupas tornou-se como brilhante como uma flash de relâmpago . Dois homens, Moisés e Elias, apareceu em glorioso esplendor, conversando com Jesus. Eles falaram sobre a sua partida, que ele estava prestes a trazer para cumprimento em Jerusalém. Pedro e seus companheiros estavam com muito sono, mas quando eles se tornaram totalmente desperto, eles viu seu glória e o dois homens em pé com -lo . Enquanto os homens estavam deixando Jesus, Pedro disse-lhe: "Mestre, é bom para nós estarmos aqui. Vamos colocar três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias ". (Ele não sabia o que ele estava dizendo.) Enquanto ele falava, um nuvem apareceu e envolto -los, e eles foram com medo como eles entrou o nuvem. A voz veio a partir de o nuvem, dizendo: " Esta é meu Filho quem Eu ter escolhido; ouvir a ele . "Quando a voz tinha falado, eles descobriram que Jesus estava sozinho. Os discípulos manteve isso para si mesmos, e não disse a ninguém naquela época o que haviam visto. (Grifo meu)

 A Escritura diz que ele brilhou tão brilhante como relâmpagos ( Lucas 09:29 ). Este relâmpago provavelmente simbolizava sua divindade. Vemos que Deus revelou-se através da mesma forma relâmpago no Monte Sinai ( Ex 20:18 ). Sobre o "Monte da Transfiguração", Deus foi fazendo-se conhecido através de Cristo. Os discípulos viram a glória de Deus em Cristo, e não o Pai disse: Que Cristo blindado em seu corpo humano foi tudo de uma vez revelado "Este é o meu filho em quem me comprazo.": Ele era a representação plena de Deus em carne humana .

 Uma vez que Cristo é a imagem exata de Deus, não só viu a glória de Deus, mas também o seu poder em Cristo. Jesus acalmou tempestades; ele demonstrou poder sobre a natureza. Ele expulsou demônios, mostrando o seu poder sobre o reino do espírito. Ele curava doenças físicas e até mostrou a capacidade de suspender as suas próprias leis em multiplicar o pão e fazer a água do vinho. Quando vimos a Cristo, vimos Deus.

 

Philip disse que ver Deus o Pai seria suficiente, seria a maior experiência de vida. Jesus disse: "Se você me viu, você tê-lo visto." Se queremos conhecer a Deus e vê-lo, temos de vê-lo em Cristo. Ele é a pessoa de Deus.

 Sabemos que Cristo revelou Deus, mas o que Cristo revela sobre Deus que não era ' t totalmente revelado anteriormente?

 Deus é um servo

 Ele revelou muitas coisas não conhecidas totalmente sobre Deus. Paul disse isso sobre Jesus em Filipenses 2: 6-7 :

 Que, sendo em forma de Deus, não considerou a igualdade com Deus algo que deve ser aproveitada, mas se fez nada, tomando o muito natureza de uma servo , fazendo-se semelhante aos homens. (Grifo meu)

 A palavra "natureza" neste texto significa uma "expressão externa de uma natureza para dentro."6 Cristo não se tornar um servo em sua encarnação. Ele apenas demonstrou o que ele sempre foi como Deus. Jesus foi o protótipo de um servo, ele não só servir a Deus em fazer a Sua vontade ( João 6:38 ), mas ele serviu homem. Olhe o que Marcos 10:45 diz: "Pois o próprio Filho do Homem não veio para ser servido, mas a servir, e a dar seu vida como uma resgate por muitos "(grifo meu).

 Jesus revelou que Deus é um servo e que servimos a um servo-Deus. É um conceito fenomenal que nunca poderíamos compreender sem Cristo. Jesus abaixou-se e lavou os pés de seus discípulos, algo que só os escravos faria ( João 13: 1-17 ). Peter estava tão chocado, ele disse: "Você nunca vai lavar os meus pés." Ele achou isso difícil de entender sobre Deus.

 Jesus nos serviu morrendo por nós. Olhe para o que Paulo diz: "E, achado na forma de homem, humilhou-se e tornou-se obediente até a morte-morte, mesmo numa cruz!" ( Filipenses 2: 8 ).

 Jesus se humilhou, tornando-se um homem e depois morrer. Mas Jesus não se limitou a se tornar humilde na encarnação. Ele revelou que ele sempre foi como Deus. Adoramos um Criador humilde.

 Como Jesus e, portanto, Deus ainda nos servem?

 

Efésios 5: 25-27 diz que ele lava a igreja com a Palavra de Deus para nos tornar uma noiva pura e santa.

 

Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja ea si mesmo se entregou por ela para fazer seu santo, limpeza seu por o lavagem com água através o palavra , para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mancha nem ruga ou qualquer outro defeito, mas santa e irrepreensível. (Grifo meu)

 Quando gastamos tempo em nossas devoções, quando ouvimos sermões na igreja, Cristo está presente. Ele se inclina, como fez com Pedro, e nos lava. Ele lava o pecado fora de nós, ele elimina o desânimo e raiva. Se você recebeu a sua Palavra, então você foi lavado pelo nosso servo-Deus.

 Mas não é isso. Ele também nos serve através da oração. Ouça o escritor de Hebreus: "Portanto, ele é capaz de salvar definitivamente aqueles que vêm a Deus por ele, porque ele sempre vidas a interceder por eles (grifo meu) "( Hebreus 7:25 ).

 Se não fosse por Cristo, não teríamos um conceito de um Deus que ora por seu povo. Para os pagãos, que não faria qualquer sentido. A oração só é oferecido à divindade; a divindade não reza para o homem. No entanto, temos um servo de Deus que serve os outros e nos chama para sermos servos bem (cf. João 13: 14-15 , Romanos 0:13 ).

 É um conceito fenomenal. Cristo não se tornou algo que ele já não estava tão longe quanto a sua natureza. Ele apenas demonstrou o que ele já era como Deus em forma humana, para que pudéssemos entender melhor a Deus. É fenomenal.

 

Existem outras maneiras Deus nos serve? Sim, Deus vai nos servir em seu reino vindouro. Olhe para Lucas 12: 35-37 :

 Estejam prontos para o serviço e manter as lâmpadas acesas, como homens que esperam seu senhor voltar de um banquete de casamento, para que, quando vier e bater, possam abrir imediatamente a porta para ele. Ele vontade ser bom por aqueles servos de quem mestre achados eles assistindo quando ele vem. Eu dizer você o verdade, ele vontade vestido se a servir, vontade ter eles reclinar em o mesa e vontade vir e esperar em eles. (grifo meu)

 Olhe para o que Cristo disse sobre Deus. Ele nos dá um paradoxo. Ele compartilha a história de um servo que tem servido fielmente seu mestre enquanto ele estava desaparecido. Quando o mestre retorna, você pode esperar um agradecimento ou, simplesmente, para o mestre de ir sobre o seu negócio. Mas não este mestre, os vestidos de dominar a si mesmo para servir, os servos se sentar à mesa, e os mestres esperas sobre eles, ele serve-los (v. 37).

 Isto refere-se, especificamente, para a segunda vinda de Cristo. Ele virá e servir seu povo. Ele vai recompensá-los com coroas, autoridade e propriedade sobre a terra. Como mestre, ele irá atualizar-los através de seu serviço. Servimos um servo de Deus. Estes são conceitos fenomenais que não foram totalmente reveladas, até que Cristo mostrou a exata representação de Deus.

 Como devemos responder a isso? Paulo diz em Filipenses 2: 5 : "De sorte que haja em vós que já foi em Cristo Jesus." Nós devemos servir aos outros também. Estamos colocando primeiro os outros? De que forma estamos buscando para servir aqueles que nos rodeiam?

 Jesus revelou o caminho para Deus

 O que mais Jesus revela sobre Deus? Ele revelou o caminho para ter um relacionamento com o Pai. Ele revelou o caminho para a verdadeira salvação. "Jesus respondeu:" Eu sou o caminho, a verdade ea vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim "( João 14: 6 ).

 

Ouvir João 17: 1-3 :

 

Depois que Jesus disse isso, ele olhou para o céu e orou: "Pai, chegou a hora. Glorifica a teu Filho, para que teu Filho glorifique a ti. Por você concedido ele autoridade sobre todos pessoas que ele poder dar eterno vida a todos aqueles você ter dado ele . Agora esta é eterno vida: que eles pode saber você, o apenas verdadeiro Deus, e Jesus Cristo, quem você ter enviada. (Grifo meu)

 Deus deu a Cristo autoridade para conceder a salvação ea vida eterna para aqueles que querem vir a Deus por ele. Ele é a porta para a salvação; ele é a porta para passar a eternidade no céu. Cristo é também a porta para saber continuamente a Deus pelo resto de nossas vidas, "Esta é a vida eterna: conhecer a Deus." Tudo isso foi revelado por meio de Cristo.

 Cristo demonstrou o amor de Deus para o homem quando ele morreu na cruz pelos pecados do mundo. Ele também nos ensina o caminho para receber esse amor, pela fé, como nós acreditamos em sua morte, sepultamento e ressurreição, e levá-lo como Senhor de nossas vidas. . Cristo ensinou isso, especialmente através de seus apóstolos Romanos 10:13 diz: "Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo."

 Ele é a única pessoa que pode chamar para ter a vida eterna e para ter um relacionamento com Deus. . Esse poder não existe em deuses cult, como Buda e Maomé Atos 4:12 diz: "A salvação é encontrada em nenhum outro, pois não há outro nome debaixo do céu dado aos homens pelo qual devamos ser salvos."

 Você veio através da porta de Jesus Cristo? Não há outro caminho para o Pai; não há outro caminho para a vida eterna.

 Deus assim o desejar ter um relacionamento com o homem que mandou seu Filho para a terra. Na verdade, ele não só enviá-lo, ele sacrificou-lo por nossos pecados para que pudéssemos ter um relacionamento com um Deus Santo.

 Mesmo como seguidores, salvos e redimidos pelo Filho, que ainda vêm diariamente a Deus por meio de Cristo. Primeiro Pedro 2: 5 diz o seguinte: "Você também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual para serdes sacerdócio santo, oferecendo espiritual sacrifícios aceitável a Deus através Jesus Cristo (grifo meu).

 Cristo não é apenas a porta, mas a atmosfera na qual o crente adora e tem um relacionamento com Deus. Nós oferecer sacrifícios espirituais agradáveis ​​a Deus "por meio de Jesus Cristo." Nós nos aproximamos sala do trono de Deus com base na competência do nosso sumo sacerdote. Hebreus 4: 15-16 diz o seguinte:

 Por que não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas temos um que foi tentado em todos os sentidos, assim como nós somos-mas sem pecado. Vamos, então, aproximar-se do trono da graça com confiança, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça para nos ajudar em nossa hora de necessidade.

 De fato, Cristo ensinou que nossas orações devem ser oferecidas em seu nome ( João 16:24 ), o que significa que Cristo é a nossa capacidade diária para chegar a Deus, e devemos orar em alinhamento com a sua vontade. Cristo é a porta para Deus.

 Cristo revelou os "ensinamentos de Deus", revelou a "pessoa de Deus", e ele revelou "o caminho para conhecer a Deus e ter a salvação." Cristo é uma forma de revelação especial, uma das principais formas de Deus se revelou a nós.

 

Aplicação 

Como devemos aplicar isso? 

1. Se quisermos conhecer a Deus na salvação, temos de perceber que é somente através de Cristo.

 Ele não é uma forma entre outras maneiras. Ele é o caminho para o Pai. Ele é o único nome dado entre os homens pelo qual devamos ser salvos.

 2. Em segundo lugar, devemos diariamente relacionar com Deus com base na obra de Cristo.

 Isso deve criar a humildade em nós como nós procuramos para adorar e glorificar a Deus. Somos incapazes de chegar a Deus, mesmo em santificação, na nossa própria vontade. Deve ser por meio do Filho. Nós Vos pedimos por Cristo, que nos aproximamos do trono por meio de Cristo, que é oferecer sacrifícios espirituais em Cristo. Ele é o ambiente em que nós adoramos o Pai (cf. 1 Cor 01:30 ).

 3. Em terceiro lugar, se quisermos conhecer a Deus, devemos estudar Cristo.

 Devemos estudar seus ensinamentos. Devemos estudar como ele viveu, porque é lá que conhecemos a Deus. Ele apenas disse que as palavras de seu Pai; portanto, ele vale a pena ouvir e construir nossas vidas sobre.

 Os guardas foram encomendados pelos fariseus para pegar Jesus e levá-lo, mas não podia. Por quê? Em João 7:46 , eles responderam: "Ninguém jamais falou como este." Isso é porque ele falou as palavras do próprio Deus. Devemos estudar suas palavras porque nelas chegamos a conhecer Deus. 

4. Em quarto lugar, devemos imitar Cristo.

 O que faz com que pareça para um homem a viver como Deus? Vemos isso em Cristo. Ele desistiu de tudo, o céu, eo display completo de sua autoridade e poder, para servir os outros. Em Cristo, vemos uma vida piedosa e que o segredo para ser exaltado ( Fp 2: 6-11 ). É o oposto do mundo, que busca a exaltação, buscando ser o primeiro eo maior. Cristo tornou-se passado e agora está em primeiro lugar.

 

Você é um servo como o seu Deus? Se não, você está aquém da imagem de Deus em sua vida ( Rm 3:23 ). Vemos essas características em Cristo, e eles devem ser modelados. "Sua atitude deve ser a mesma que a de Cristo Jesus" ( Filipenses 2: 5 ).

 

5. Finalmente, devemos chegar a Cristo para obter ajuda.

 Como servo, ele deseja nos ajudar, e, portanto, devemos chamá-lo. Ele nos entende e sabe exatamente como ministro para a nossa situação. Não temos um Deus que não possa compadecer-se, mas aquele que fome e sede como nós. Ouça mais uma vez o escritor de Hebreus 4: 15-16 :

 Por que não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas temos um que foi tentado em todos os sentidos, assim como nós somos-mas sem pecado. Vamos nos então aproximação o trono de graça com confiança, assim que nós pode receber misericórdia e encontrar graça a ajudar nos em nossa tempo de necessidade. (grifo meu)

 

Alguns disseram: " Como lata Cristo ajudar me se ele nunca pecou? Como lata ele relacionar-se a me " Aqui é uma boa ilustração. Digamos que você estava procurando ajuda para treinar no levantamento do poder, e ao mesmo tempo no ginásio, que viu duas pessoas pegar 200 libras. e tentar colocá-lo sobre sua cabeça por dez segundos. Um pegou-o, mas ele caiu em dois segundos, mas o outro segurou-a o tempo todo. Quem tinha mais peso, a pessoa que o pegou, mas deixou-a cair, ou aquele que segurou o tempo todo? O único que segurou até o fim é o único que realizou mais peso. Cristo suportou todo o peso da tentação, sem sucumbir a ela. Ele foi tentado no deserto, como Adão, mas não falhou. Quanto mais ele pode nos ajudar a derrotar o pecado? Ele segurou o peso até o fim e, portanto, pode ajudar-nos mais em nosso tempo de necessidade.

 

Conclusão 

Como sabemos que existe um Deus? Sabemos que por causa da revelação, Deus escolheu revelar a si mesmo. Ele revelou-se "de modo geral", através da criação, mas "especificamente" ao longo da história dos meios de anjos, profetas e apóstolos, visões, sonhos, teofanias, e em seu filho Jesus Cristo. 

A melhor coisa sobre essas revelações é o fato de que temos um Deus que quer ser conhecido. Ele quer que a gente conhece. Ele não está se escondendo, mas está buscando a revelar-se de várias formas todos os dias. No entanto, é normalmente aqueles que estão buscando o que realmente encontrá-lo. Olhe para o que Jeremias 29:13 diz: "Você vai me procurar e me encontrar quando você me buscar de todo o coração." E diz isso por Tiago: "Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós" ( Tiago 4: 8 ).

 Nosso atual conhecimento e intimidade com Deus é proporcional ao nosso esforço na busca de conhecê-lo. Ele está sempre tentando se revelar a nós, mas precisamos reagir buscando depois dele. Quando respondemos, ele nos atrai ainda mais perto e revela mais de si mesmo para nós. Você está buscando um relacionamento com o Deus que quer ser conhecido?

 Ele quer ser conhecido, tanto que ele quebrou em vez de descer como um homem para revelar-se de modo que alguns podem ser salvos. Temos de responder a Deus, e nós devemos dar a conhecer aos outros.

  

No próximo capítulo, vamos olhar para a última forma de revelação especial: a Palavra escrita de Deus.

fonte www.estudarhistoriadaigreja.blogpsot.com

fonte bible.org