Translate this Page

Rating: 3.0/5 (867 votos)



ONLINE
5




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

site, fee epub, link, get pdf, enter link, free book, download book, this link, free book, download pdf,

biografia do evangelista BILLY GAHAN
biografia do evangelista BILLY GAHAN

 

 

                                                      BIOGRAFIA DE BILLY GAHAN

EM 1997 BILLY GRAHAM  foi um ano antes de seu 80º aniversário. Ele viveu uma vida extraordinária. Na segunda metade do século anterior, ele havia crescido de um pregador itinerante obscuro em um líder nacional do movimento evangélico emergente e um ícone internacional acostumado a jogar golfe com presidentes e jantar com os primeiros-ministros. Por muitas contas que ele classificou como o evangelista mais influente desde George Whitefield, no século XVIII. Então, na véspera do seu 80º aniversário, ele concordou com os pedidos de muitas pessoas e juntar tudo em um livro de memórias, assim como sou .

A tarefa não foi fácil. Com uma vida tão longa e tão cheia de viagens e eventos e pessoas, onde ele iria começar? Como ele iria encontrar uma linha narrativa para puxá-lo todos juntos? Ele julgou que o fulcro de sua carreira e, assim, o ponto de apoio do no capítulo 9, descansou-livro de memórias que ele chamou, de forma significativa, "Watershed: Los Angeles 1949."

Essa escolha foi o som, para as táticas Graham implantados em Los Angeles gravado o modelo para praticamente todos os seus encontros cruzada para os próximos seis décadas. A maioria dos componentes tinha aparecido em revivals de Billy domingo, antes e depois da Primeira Guerra Mundial e na forma menos desenvolvida na própria campanha Charlotte de Graham em 1947. Mas, em Los Angeles a combinação era mais do que a soma das partes, não menos importante devido ao grande tamanho e complexidade do empreendimento. 

Quando Graham pulou do trem no sul da Califórnia em meados de setembro de 1949, ele estava cheio de energia. Quando ele embarcou no trem para casa oito semanas depois, ele perdeu 20 quilos e lutou com exaustão. Não é de admirar. Ele havia pregado 65 sermões para um público total de 350 mil, talvez 400 mil almas-atolado em uma tenda Ringling Brothers acamparam perto da zona comercial central da cidade. As reuniões correu todas as noites e tardes de domingo de 25 de setembro a novembro de 20. Cerca de 6.000 pessoas confirmadas ou compromisso de suas vidas a Cristo. Graham falou com inúmeros civis, escolas e grupos empresariais, fazendo 3-4 aparições por dia. Ele deu dezenas de entrevistas. Ele até schmoozed com celebridades de Hollywood, como Cecil B. DeMille, Spencer Tracy e Katharine Hepburn. 

TRABALHO DE COMITÊ

A história de Graham "Watershed" começou em 1943. Naquela época, o Comitê de Los Angeles de Empresários Cristãos se juntou com as organizações para-eclesiásticas locais, como Navegantes, Endeavor cristã, e, especialmente, Mocidade para Cristo (MPC) para criar o Cristo para comissão Greater Los Angeles. Entre 1943 e 1949, o comitê patrocinado 17 reuniões evangelísticas em toda a cidade, liderados por revivalists nacionalmente conhecidas como Hyman Appleman, Jack Shuler, Merv Rosell, e Charles Templeton (que mais tarde perdeu sua fé). Não satisfeito, em 1948, eles convidaram um jovem pregador relativamente não testada da Carolina do Norte para tentar sua mão. 

A primeira vez que a comissão convidou Graham, ele recusou, pensando que o momento não era oportuno. No ano seguinte, perguntou de novo, e ele concordou, mas com condições. Ele exigia que eles incorporam clero na comissão, assegurar o apoio de igrejas locais (mais de 300 eventualmente se juntou), aumente o tamanho da tenda para acomodar 6.500 pessoas, e reforçar o orçamento de publicidade para o então inédito soma de US $ 25.000 ( equivalente a 244 mil dólares em 2013). 

Em Assim como eu sou , Graham caracteristicamente insistiu o sucesso do renascimento era inteiramente " de Deus fazendo "(a ênfase). Mas ele subestimou pelo menos três correntes de influência. 

A primeira corrente cresceu a partir do ambiente político, social e económico externo. Na sexta-feira, setembro 23, dois dias antes do renascimento, o presidente Harry Truman anunciou que a União Soviética tinha explodido uma bomba atômica. Os Estados Unidos já não era o único possuidor de armas nucleares. Que rumo dos acontecimentos senti ainda mais sinistra porque os soviéticos tinham abraçado a agressiva ideologia mortal, ateu do comunismo. A ameaça sentida assustadoramente real. 

Seis dias após o renascimento começou, China continental caiu Exército Vermelho de Mao Zedong. Comunistas possuía tanto a determinação e capacidade, nas palavras de Graham, "a coldrear o mundo inteiro." Em casa as coisas pareciam tão sombria. Crises econômicas recorrentes e a ameaça espiral de delinquência juvenil atingiu a auto-confiança dos norte-americanos. Além desses perigos, onde Graham olhou para a paisagem americana, e ele olhou em todos os lugares, ele viu várias ameaças adicionais: o militarismo, o racismo, materialismo e imoralidade sexual desenfreado.

A segunda corrente de influência cresceu de comissão e consciência de Graham que revivals tinha que ser "trabalhada, bem como orou para baixo." O comitê deu início a concertos de oração (ou seja, pessoas orando ao mesmo tempo do dia em vários locais) totalmente nove meses antes da revitalização iniciado. Ele recorreu sistematicamente o apoio de centenas de igrejas e leigos locais da região do Sul da Califórnia. 

Mas o comitê também "trabalhado" o renascimento do recurso à publicidade adeptly. Ele cobriu a região com flyers, cartazes e banners. Os materiais anunciava a vinda tenda "mamute", "6000 lugares livres", "música inspiradora", "demanda sem precedentes", "pregação dinâmica" e "evangelista mais importante da América." A hipérbole não teve férias.

A terceira corrente de influência cresceu de próprio estilo de Graham. Além de ter quebrando boa aparência, ele sabia como se vestir a peça. Ele foi equipado com ternos pastel, lenço esvoaçante, gravatas pintados à mão, meias argyle flamboyant, e chapéus de abas largas. Ele era, como seu próprio faturamento antecedência colocar ele- "alto, magro, bonito, com um choque de cabelos loiros encaracolados, Graham parece um anúncio colarinho, age como uma estrela de cinema, pensa como um professor de psicologia, fala como um norte- Carolinian e prega como uma combinação de Billy domingo e Dwight L. Moody . . . . Ele usa algumas ilustrações, há histórias de soluço, absolutamente nenhum material leito de morte. " 

HOMEM COM UMA MENSAGEM

Mas é claro que o mais importante não era aparência ou vestido de Graham, mas sua pregação, que serviu como a peça central do avivamento. Poucos considerou-o eloquente, mas ninguém duvidava de sua eficácia. O conteúdo dos sermões provou previsível, noite após noite. Anos mais tarde, um dos colaboradores mais próximos de Graham dizia: "Se você já ouviu Billy 10 vezes, você provavelmente já ouviu todos os seus sermões." A verdade é que se seguidores tinha ouvido um dos sermões de Billy, que tinham todos eles ouviram. Mais cedo ou mais tarde cada um deles circulou em torno de um mesmo texto, João 3:16: "Porque Deus amou o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que crê não pereça, mas tenha a vida eterna." Em cada sermão de cada serviço para o resto de sua vida, Graham diria, ele dirigiu por um veredicto.

As mensagens seguido um formato previsível. No Ato I, Graham começou com uma ladainha dos perigos internacionais e nacionais acima referido-comunismo, depressão econômica, imoralidade e criminalidade, entre outros. Act II consistiu de Graham relacionando esses ameaças externas aos internos da falta de sentido, a solidão, vícios, apostasia, ou nunca conhecer a Deus em primeiro lugar. 

Todas essas doenças, em última instância cresceu a partir de uma única fonte, e que foi o coração pecador. Graham deixou claro que enquanto o pecado era inata-o que os teólogos chamado de "pecado original" -é manifestou-se em atos pecaminosos. No entanto, a boa notícia foi que a limpeza do pecado e da vida nova em Cristo estavam disponíveis para qualquer um, simplesmente para pedir e receber. Acredite que Cristo morreu pelos seus pecados, Graham cresceu, recebê-lo em seus corações, e, em seguida, levar adiante uma vida de fé e santidade. Em suma, as ameaças externas e as internas espelho um do outro. E a solução para ambos é o mesmo: Cristo.

Se o conteúdo dos sermões de Graham provou previsível, assim como a forma de entrega. Punhos cerrados bateu o púlpito, apontou dedos esfaqueado no ar, e se agachou joelhos arremessou o pregador para a frente e para trás. Graham passeado a plataforma implacavelmente, auxiliada por um microfone de lapela recém-adquirida. Segundo um relato andava duas milhas durante todo sermão. Um repórter disse ele revelou "a tensão enrolada de uma pantera." As palavras derramou rápido e alto. A estenógrafa cronometrou o torrent a 240 palavras por minuto. A velocidade foi intencional. Graham conscientemente adotada a entrega rápido-fogo de apresentadores de rádio de sucesso como Walter Winchell e HB Kaltenborn. 

E então houve o volume. Tempo revista chamou de "trombeta-lunged." Nos últimos anos, quando Graham pregando muito mais se assemelhava a um bate-papo lareira paternal, ele admitiu que no início ele pregou muito rápido e muito alto. Durante todo, Graham segurava uma Bíblia grande, que ele citou rapidamente, com precisão, e com freqüência. Em uma cultura Bíblia rica, que a estratégia-nascido da profunda convicção de que a Bíblia contém resposta autoritária de Deus para todas as autoridades de problemas acrescentou. No final desses sermões, centenas de homens e mulheres, que eram (por provas fotográficas) predominantemente branca e de classe média, cada vez transmitido para a frente para dar suas vidas a Cristo. 

Mas não na primeira. 

SLOW START 

O sucesso do Los Angeles avivamento tem obscurecido a nossa visão de quão difícil foi vencida. Apesar de concertos de oração, organização meticulosa, vários comitês de bairro, e vasta e intensa publicidade, o avivamento teve um início lento. Inicialmente, a comissão agendou para executar três semanas, a partir de domingo, 25 de setembro no Domingo, Outubro 16. Nestas semanas a multidão correu um respeitável 2.000 a 3.000 por noite, mas desde que a tenda sentado mais de 6.000, arrumadores espalhar as cadeiras para fazer o público olhar mais substancial. 

A imprensa local deu pouca atenção para as reuniões. A comissão colocou anúncios, e as igrejas de bairro escorregou em avisos em seus lugares habituais na página igreja do jornal, mas por outro lado o renascimento parecia destinado a seguir o caminho da maioria dos revivals: apoio fervoroso dos fiéis durante alguns dias, talvez algumas semanas, mas nada para fazer os livros de história. Atipicamente tempo frio não ajudou. 

Perto do final da terceira semana, Graham, líder música Cliff Barrows, George Beverly Shea solista, ea comissão caiu em consulta e oração sobre se o renascimento deve continuar após a data de encerramento prevista.Incerto, eles, como Gideon no Antigo Testamento, pediu a Deus um sinal palpável. 

A oração deles rendeu resultados. Em primeiro lugar, um período de tempo quente rolou em em 16 de outubro, no mesmo dia o renascimento tinha sido programado para fechar. E então, em 17 de outubro, Stuart "Stew" Hamblen veio a fé em uma reunião de manhã cedo com Graham no hotel onde Graham e sua esposa, Ruth, estavam hospedados. Hamblen era um performer andares país, apresentador de rádio e celebridade local. Na noite seguinte, ele professou sua fé publicamente na cruzada. Na semana seguinte, Hamblen deu o seu testemunho em seu programa de rádio. Com esta exposição, a multidão cresceu e a comissão estendeu a cruzada por mais duas semanas. Mais tarde, Hamblen iria escrever os Hit Paradefavoritos "Não é segredo (que Deus pode fazer)" e "This Ole House" para anunciar seu novo nascimento.

Beijada por um Media Mogul

A melhoria tempo e endosso bem divulgada de Hamblen foram poderosamente armado no início da quarta semana. Uma noite, enquanto Graham entrou na tenda, ele encontrou a cena repleta de repórteres, flashes estalo, blocos de anotações aberto. Perguntado sobre o que estava acontecendo, um jornalista lhe disse: "Você foi beijado por William Randolph Hearst." 

Nos próximos dias, o Los Angeles Examiner eo Los Angeles Herald Expresso , ambas de propriedade do magnata editorial, apresentou histórias sobre Graham. Logo a Associated Press, United Press e International News Service correu contas também. Tempo entrou em cena em 14 de novembro.Tempo publicação 's primo, Vida , com 25 milhões de leitores, tinha seu próprio pedaço de novembro 21. O Los Angeles Times ( não um papel Hearst) em comparação Graham-a "jovem evangelista prateado de língua" -com Billy domingo, o premier viajando pregador profissional da geração anterior. Graham e a imprensa tinha encontrado um ao outro. Ao longo dos anos Graham ganhou grande publicidade da imprensa, ea imprensa ganhou uma constante fonte de receita de histórias sobre o evangelista afável, fotogênico, e loquaz.

Dobrado nessa história foi outra, não é importante em si mesmo, mas que ganhou importância para o que ele revelou sobre como lendas desenvolver e o impacto que detêm. Hearst não era conhecido por ser profundamente religioso, muito menos evangélico. Então, como é que ele ouve sobre Graham, por que ele decidir a promovê-lo, e como ele se comunicar isso aos seus editores? 

As respostas a estas perguntas permanecem obscuros. Quanto à forma como Hearst ouviu falar sobre o renascimento, uma história declarou que uma de suas governantas lhe tinha dito sobre ele, um outro que o Espírito Santo havia dirigido a governanta para o telefone Hearst, e ainda outro que Hearst travou o vento das reuniões e veio disfarçado com sua amante, Marion Davies. A narrativa é mais credível que a comissão havia trabalhado duro nos bastidores, através de intermediários, para ganhar a atenção de Hearst. 

Em qualquer caso, a razão para o interesse do Hearst era evidente. O magnata foi ferozmente pró-americano e ferozmente anticomunista. Menos conhecido é que, em alguns aspectos, ele também foi progressiva: um defensor dos direitos das mulheres e um adversário de trusts empresariais monopolistas e longo dia de trabalho, qualquer coisa que exploravam as pessoas comuns. O mais importante, talvez, ele apoiou fortemente uma sociedade bem-ordenada. 

A necessidade de uma sociedade bem-ordenada solicitado Hearst para apoiar MPC. A organização havia surgido no início dos anos 1940, principalmente em Nova York, Filadélfia, e especialmente Chicago. O objetivo foi proporcionar entretenimento "saudável", elevar patriótico, e apelo evangelístico para militares e mulheres retornou do serviço militar, bem como multidões de adolescentes e jovens adultos que se amontoaram ruas da cidade à noite. Graham tem o seu início em grande evangelismo cidade em um comício MPC no Orchestra Hall em Chicago, 27 de maio de 1944, 10 dias antes da D-Day. Ele ficou com MPC para cerca de quatro anos, misturando gradualmente reuniões MPC com aqueles que ele organizados por conta própria. Até o 1949 Los Angeles reunião, Graham era totalmente independente, mas MPC tinha deixado sua marca. Seu estilo agressivo e flamboyant mensagem contundente tinha sido forjado na bigorna de reuniões MPC nos Estados Unidos e na Europa.

Muitas pessoas não nomeadamente religiosas, incluindo o presidente Truman e Hearst, gostei MPC. Americanos viviam em tempos perigosos, e MPC oferecido soluções. Por isso, não foi surpresa que em 1946 Hearst enviou um memorando aos seus editores instando-os a "Puff MPC "( CHênfase). De Stanley alta 1956 biografia, Billy Graham: A história pessoal do homem, a sua mensagem, e sua missão , parece ser o primeiro caso em que um biógrafo sério alegou que Hearst tinha enviado seus repórteres uma directiva para biografias mais subseqüentes, "Puff Graham." incluindo livros bem pesquisados ​​por William McLoughlin (1960) e John Pollock (1966), pegou o conto. (Graham-se acriticamente repetiu em seu livro de memórias de 1997.) Em 1983, no entanto, a biografia de Ruth de Bell Graham de Patricia Cornwell lançam sérias dúvidas. Nenhuma cópia em papel da directiva nunca se materializou, eo filho de Hearst negou, alegando que seu pai provavelmente tinha dito: "[G] ive atenção para reuniões de Billy Graham." Biografia exaustivamente pesquisado de William Martin (1991) ofereceu outras razões para questionar a história de veracidade. 

O conto "Puff Graham" não só amplificado papel da Hearst em ascensão de Graham, também criou a impressão de que Graham Los Angeles cruzada deveu seu sucesso a um comentário aleatório por um rico e poderoso empresário que tinha um interesse político e financeiro na obra do pregador. Ele erroneamente a entender que o avivamento caiu do céu como um meteoro sagrado. Pelo contrário, o "Watershed Revival de 1949" cresceu de interseção correntes de influência histórica já bem no lugar. 

SERMÕES EMPRESTADO, TENT BIGGER

A comissão estendeu o renascimento mais uma semana, e depois outro, e depois mais um, para um total de oito. Algumas pessoas queriam que continuar indefinidamente, mas Graham tinha atingido o seu limite. Ele havia pregado todos os sermões que ele conhecia, começaram a tomar emprestado sermões de amigos, e até mesmo repetido (com crédito) do século XVIII, obra-prima cuspidor de fogo de Jonathan Edwards, "Pecadores nas mãos de um Deus irado." A tenda havia sido ampliado para acomodar 9000, e adicionais milhares do lado de fora. Uma noite, perto do fim, 15.000 supostamente preso na propriedade.

A energia do renascimento chamou ainda em conversões de celebridades adicionais ea publicidade resultante. Ranking no topo, talvez, foi a conversão de Louis Zamperini. Uma estrela de pista olímpica e herói de guerra condecorado (capturado e torturado pelos japoneses), a sua vida perdeu o sentido depois de seu retorno para casa. De frente para o divórcio, alcoolismo e estresse pós-traumático grave, ele visitou a barraca em algum momento na quinta semana, encontrou Cristo, e passou o resto de sua longa vida como um orador inspirado Christian sobre o perdão. Ele estava programado para ser Marshall Grande do 2015 Tournament of Roses Parade quando morreu aos 97 anos. 

Por que as pessoas vêm para a grande tenda em primeiro lugar? Graham foi surpreendentemente franco. "As pessoas vinham às reuniões para todos os tipos de razões", ele permitiu. Alguns deles eram religiosos. "Sem dúvida, alguns eram simplesmente curioso para ver o que estava acontecendo.Outros estavam céticos e caiu apenas para confirmar seus preconceitos.Muitos estavam desesperados sobre alguma crise em suas vidas e esperava que eles possam ter uma última chance de acertar as coisas. "

Quaisquer que sejam as razões, milhares vieram a Cristo pela primeira vez.Se o padrão em Los Angeles prenunciou o padrão de tarde cruzadas e um bem estudado por historiadores e sociólogos-um motivo diferente mostrou-se igualmente importante. Graham não tanto convertê-los em algo totalmente novo, como chamá-los de volta para algo velho. Ele tocou suas memórias e lembrou-lhes que eram uma vez e que eles agora desejou-se para ser, individual e coletivamente, como uma sociedade. Eles, também, cruzou um divisor de águas. 

 

 FONTE   WWW.CHRISTIANHISTORYINSTITUTE.ORG           

 - 1918 - Nascido perto de Charlotte, Carolina do Norte, a William Morrow e Graham.

- 1934 - É convertido em Mordecai Ham avivamento.

- 1939 - é ordenado como Southern Baptist ministro.

- 1940 - se matricula na Wheaton College.

- 1943 - Casa-se com Ruth Bell. 

- 1943 - Começa pastorado em Western Springs Baptist Church. 

- 1944 - Recrutas cantor George Beverly Shea. 

- 1944 - Torna-se evangelista com Mocidade para Cristo.

- 1947 - Aceita o convite de WB Riley para liderar escolas Northwestern, em Minnesota.

- 1948 - Formula "Modesto Manifesto," carta ética da equipe cruzada. 

- 1949 - Após a crise de fé em Forest Home Conferência Bíblica, recommits-se à confiabilidade das Escrituras. 

- 1949 - Estende Cristo para Greater Los Angeles avivamento a oito semanas; acumula grande atenção da imprensa. 

- 1950 - Holds inovador reuniões de ano novo em Boston. 

- 1950 - Em Columbia, Carolina do Sul, dubla reuniões "cruzadas" pela primeira vez. 

- 1950 - Incorpora Associação Evangelística Billy Graham. 

- 1950 - Começa Hora da Decisão transmissão de rádio. 

- 1952 - renuncia presidência de Escolas de Northwestern.

- 1952 - realiza cultos de Natal para as tropas na linha de frente coreanos. 

- 1953 - Remove cordas que separam negros e brancos em Chattanooga Crusade.

- 1954 - detém Greater London Cruzada; prega também na Finlândia, Suécia, Alemanha, Holanda, França.

- 1956 - Lança Christianity Today revista.

- 1957 - Mantém cruzada em Madison Square Garden para inéditos 16 semanas; congratula-se com Martin Luther King Jr. para a sua plataforma. 

- 1960 - Dá invocação em comício político para Richard Nixon. 

- 1965 - Presidente Lyndon Johnson atende Houston Crusade. 

- 1966 - Dá palestra no Congresso Mundial de Evangelismo em Berlim.

- 1969 - última noite de Ações Lyndon Johnson na Casa Branca; ocupa o primeiro culto na igreja da Casa Branca para Richard Nixon.

- 1973 - realiza reuniões evangelísticas integrados na África do Sul. 

- 1973 - Depois de Key '73 controvérsia sobre planos para converter os judeus, diz que não se sente chamado para alvejar os judeus na evangelização.

- 1974 - convoca Conferência Internacional sobre Evangelização Mundial, em Lausanne, na Suíça. 

- 1977 - Recebe Prêmio Nacional Inter-religioso do American Jewish Committee. 

- 1980 - Billy Graham Centro dedicado no Wheaton College. 

- 1982 - Durante a viagem URSS, diz que há "uma medida de liberdade religiosa" lá; controvérsia estoura. 

- 1982 - Recebe Prêmio Templeton para o Progresso da Religião. 

- 1985 - Discute nascer de novo com George W. Bush enquanto estava de férias em Kennebunkport; futuro presidente é convertido.

- 1986 - realiza conferência Amsterdam para Itinerantes Evangelistas.

- 1989 - Reza a inauguração de George HW Bush. 

- 1989 - Mantém Missão 89 em Londres; reúne líderes britânicos de topo. 

- 1989 - Recebe estrela no Hollywood Walk of Fame.

- 1991 - Passa a noite antes de Operação Tempestade no Deserto começa com George e Barbara Bush. 

- 1991 - Mantém Buenos Aires Crusade como parte da televisão e do vídeo de divulgação para 20 países.

- 1992 - Visitas Coreia do Norte; palestras em Kim Il-Sung University. 

- 1992 - Mantém Moscow Cruzada; prega em Moscou Central Baptist Church.

- 1993 - Passa a noite passada da presidência de George HW Bush na Casa Branca; ora dia seguinte à primeira inauguração do 
presidente Bill Clinton.

- 1993 - Mantém cruzada Pro-Cristo na Alemanha, atingindo maior audiência ainda através de satélite. 

- 1994 - visita o Japão, China e Coreia do Norte; freqüenta igreja doméstica em Pequim.

- 1994 - Prega serviço funeral para o presidente Richard M. Nixon. 

- 1995 - Expande público evangelístico através da tecnologia para todos quantos 1 bilhão durante Puerto Rico Crusade. 

- 1995 - Fala no memorial serviço após atentado de Oklahoma City. 

- 1995 - Recolhe pouco antes Toronto Cruzada; anuncia que filho Franklin vai substituí-lo quando ele morrer ou ficar incapacitado.

- 1996 - Recebe Medalha de Ouro do Congresso, juntamente com Ruth de Bell Graham. 

- 1998 - Endereços conferência TED em tecnologia e espiritualidade.

- 2000 - convoca Conferência de Amesterdão para 10.000 evangelistas.Doença que o impeça de participar. 

- 2001 - Franklin destaca por seu pai indisposto na posse de George W. Bush. 

- 2001 - Prega no pós-9/11 serviço na Catedral Nacional.

- 2002- comentários anti-semitas de fitas de 1972 conversa com Richard Nixon tornada pública. Graham pede desculpas, conserta cercas com líderes judeus. 

- 2005 - Mantém "última cruzada" em New York City. 

- 2007 - Billy Graham Library abre em Charlotte, NC. 

- 2007 - Ruth de Bell Graham morre.

- 2010 - ora com Barack Obama em sua casa Montreat.

- 2012 M - eets com Mitt Romney.

- 2013 - Marcas de aniversário de 95 anos com minha esperança campanha evangelística digital e baseado em casa; 22.000 igrejas participar. 

- 2013 - O cantor George Beverly Shea, primeiro membro da equipe de Graham, morre aos 104 anos.

fonte www.igrejaperiodomoderno.blogspot.com

 

 

 

                             BILLY GAHAN EVANGELISTA E MISSONARIO                                                                                                                                                                   MUNDIALMENTE.

 

                   

 

ON 19 de março de 1946 , os principais jornais dos EUA publicou uma imagem de cinco membros da Mocidade para Cristo (MPC) ajoelhado em oração na frente de um avião da American Airlines. Entre os cinco jovens na imagem era de 27 anos de idade, Billy Graham. O avião levou o jovem evangelista em sua primeira viagem missionária para a Europa. Foi o primeiro voo comercial de Chicago a Londres, e da Juventude para a equipe de Cristo aproveitou a publicidade em torno deste evento histórico. 

 

Junto com outros evangelistas Chuck Templeton, presidente MPC Torrey Johnson, e líder canção Stratton Shufelt, Graham partiu em uma turnê de 46 dias para a Grã-Bretanha e na Europa. Graham retornou no outono do mesmo ano, por mais seis meses. Em seguida, em 1948 ele voltou para a Europa para mais comícios MPC e participar do Congresso do MPC sobre Evangelização Mundial em Beatenberg, Suíça. 

 

Essa reunião expô-lo a cerca de 250 outros delegados atraídos pelo tema "A evangelização do mundo em nossa geração." Mesmo que o movimento MPC ainda era predominantemente americana, os delegados vieram de 46 nações-de lugares tão distantes como China, Egito, Índia e Filipinas. Estes jovens missionários perceberam que o novo alcance global da comunicação, radiodifusão, e as viagens aéreas alteraria a própria natureza do trabalho missionário na segunda metade do século XX. Assim, através de seus primeiros trabalhos com Youth for Christ, Graham tornou-se parte de uma nova comunidade jovem, internacional de evangelistas. 

 

Essas viagens europeus teve lugar durante os três anos antes de Graham ganhou destaque nacional durante sua campanha 1949 Los Angeles. Essas primeiras experiências no exterior em forma significativamente Billy Graham. Como seu biógrafo William Martin escreveu, reuniões com os indivíduos religiosos influentes, como o jovem evangelista galês Stephen Olford, teve um impacto significativo sobre a fé de Graham e seu estilo de pregação. 

 

Vendo a desesperança e desespero da Europa do pós-guerra também fez um forte impacto sobre o jovem pregador. Graham viu destruição, fome, e muitas pessoas que tinham perdido sua fé durante as dificuldades dos anos de guerra. Sua teologia revivalista, sua pregação-machine-gun semelhantes, e suas gravatas altos tudo chamou a oposição de autoridades da Igreja britânicos. Em Birmingham, Inglaterra, o clero local, mesmo convenceu os vereadores a revogar a permissão para usar o Civic Auditorium. Graham respondeu a sua oposição por conhecer pessoalmente com seus críticos e ganhá-los. Todas essas experiências parecem ter fortalecido a fé de Graham, e sua pregação tornou-se mais intensa. Durante este tempo, ele decidiu dedicar uma parte importante de sua carreira para re-cristianização da Europa. 

 

UM COMPROMISSO DE VIDA

 

A dedicação de Graham para a re-cristianização da Europa tornou-se um compromisso de vida. Mesmo depois de sua ascensão à fama nacional nos Estados Unidos, ele dedicou uma quantidade significativa de seu tempo missionário para a Europa. Na Primavera de 1954, realizou a sua primeira reunião de reavivamento de três meses em Londres, em seguida, a maior cidade na Terra. A cruzada confrontado equipe de Graham com desafios logísticos significativos, mas ao mesmo tempo, preparou-os para futuras campanhas em outras metrópoles como Nova York e Berlim. 

 

Depois de sua época de sucesso em Londres, com um serviço de encerramento realizada no Estádio de Wembley, que atraiu 120 mil, ele viajou para a Holanda, Alemanha, Escandinávia, e França. Seu primeiro culto de reavivamento no Estádio Olímpico de Berlim, em junho 1954 atraiu um público de 80.000 e lançou as bases para uma relação estreita e duradoura entre Billy Graham e cristãos alemães. Ele voltaria ao país, para campanhas de alguns mais curtos, alguns de mais longo em 1955, 1960, 1963, 1966, 1970, 1982, 1990, e 1993.

 

Por volta de 1954 o panorama religioso, político e económico europeu tinha mudado significativamente desde a primeira viagem de Graham para as Ilhas Britânicas apenas um ano após o fim da II Guerra Mundial. Em particular, a Alemanha eo Reino Unido haviam formado uma relação estreita com os Estados Unidos. Forte anticomunismo de Graham ressoou particularmente bem com o público na Alemanha Ocidental, e os alemães adotaram o evangelista como um embaixador do Mundo Livre. Para os consumidores europeus a imagem de Graham como uma alimentação saudável, de classe média americana tornou-se um símbolo atrativo do modo de vida americano. Mas Graham também lucraram com o novo suporte através das igrejas estabelecidas. Medos secularização e re-cristianização esperanças feita levando figuras religiosas europeias tomar os seus lugares ao lado de Graham na plataforma do alto-falante durante seus revivals. Arcebispo de Canterbury Geoffrey Fisher se juntou a ele em Londres, enquanto Bispo Otto Dibelius de Berlin-Brandenburg ofereceu a oração de encerramento no Estádio Olímpico de Berlim. 

 

Em meados da década de 1950, Billy Graham tinha viajado Europa e Ásia para propagar o evangelho, e seu alcance internacional começou a moldar suas cruzadas domésticos. The New York Crusade, que abriu no Madison Square Garden em 15 de maio de 1957, incorporou e exibido a dimensão internacional da obra de Graham. Embora Madison Square Garden foi decorado em cores americanas, com bandeiras americanas penduradas no teto, a cruzada foi importante não só para os cristãos americanos. Por abril 1957 cerca de 7.000 grupos de oração tinha formado em todo o mundo.Muitos deles foram baseados em cidades onde Graham havia pregado antes. 

 

Cartas publicadas no boletim New York Crusade relatou que pessoas em Londres, Basel, Cidade do México, Havana, Hong Kong e Tóquio estavam orando para a cruzada. Na Grã-Bretanha sozinho mais de 1.000 parceiros de oração se reuniram em grupos. Através da oração o público da cruzada que se reuniram em diferentes momentos e em diferentes partes do globo misturados em uma comunidade evangélica global. Como o reverendo Joseph Blinco, um evangelista britânico que se juntou Graham durante a Cruzada de Nova York, observou: "O caminho mais curto para Nova Iorque a partir de qualquer ponto do mundo não é pelas linhas aéreas magníficas que servem esta idade fantástico, mas através do coração de Deus nas asas da oração ". 

 

Blinco não foi o único "estrangeiro" que se juntou Graham em Nova York.Outros cristãos britânicos que tinham experimentado o trabalho de Graham na Inglaterra em 1954 e 1955, viajou a Nova York para participar da cruzada. Irene Hicks, por exemplo, trabalhou para a Harrods em Londres e tinha aceitado a Cristo durante a Cruzada Londres. Ela passou a ser em uma viagem de negócios para Nova York e deu um testemunho público no New York Crusade. 

 

Tornou-se óbvio que a equipe de Graham estava disposto a aprender com os seus irmãos e irmãs britânicas quando usaram um instrumento de divulgação conhecida como "Operação André." Operação André (OA) igrejas envolvidas fretamento ônibus para levar os seus membros e, mais importante, amigos de seu membros para as Cruzadas. OA foi idéia de evangélicos britânicos que organizou a Londres Crusade em 1954, onde ele nasceu da necessidade. Na equipe de Nova York Graham adaptada ao contexto americano e é usado para conectar bairros com o centro urbano.No New York Crusade Notícias de Maio de 1957, Walter H. Smyth, director de reservas de grupo da cruzada departamento, encorajou as igrejas a usar Operação Andrew. "A eficácia deste plano como um esforço de ganhar almas não pode ser mais enfatizado", escreveu ele. 

 

UMA VISÃO GLOBAL

 

As fronteiras entre o trabalho nacional e internacional de Graham eventualmente turva, e ele tornou-se o rosto e foco de uma comunidade evangélica cada vez mais internacional. As reuniões evangélicas internacionais Graham participaram expandiu o alcance global da sua organização. Eles também criaram uma nova rede evangélica internacional. 

 

Em 1966, Graham deu o discurso de abertura do Congresso Mundial de Evangelismo, que foi organizado pela Christianity Today e da Associação Evangelística Billy Graham e foi realizada em Berlim, depois de mais uma campanha de sucesso Graham na Inglaterra e na Alemanha. O congresso atraiu uma comunidade internacional significativamente maior e mais do que a que tinha conhecido em Beatenberg 20 anos antes. Cerca de 4.000 líderes cristãos de 100 países diferentes foi para Berlim, incluindo Haile Selassie, imperador da Etiópia. 

 

Em seu discurso de "Por que o Congresso de Berlim ?," Graham não revelou apenas a sua visão global para o evangelismo, mas mostrou também um conhecimento detalhado dos desafios globais da década quando se dirigiu a superpopulação, a pobreza, e as lutas raciais. Billy Graham tinha visto esses problemas em primeira mão durante suas muitas viagens ao exterior, e ele tinha a autoridade para discuti-las no congresso. Tornou-se claro em seu discurso o quanto seus próprios encontros globais havia mudado Graham. O evangelista, muitas vezes criticado por seu foco na conversão pessoal, em vez de ativismo social, disse: "Hoje, o evangelista não pode ignorar a doentes, os pobres, os discriminados, e aqueles que perderam sua liberdade através de tirania. Estes males sociais chorar alto em nossos ouvidos, e nós, também, deve "ter compaixão deles. ' "Como equilibrar a evangelização e responsabilidade social foi muito debatido nos círculos evangélicos nos anos 1960 e 1970. 

 

A questão também aparecem com destaque nas discussões oito anos mais tarde, quando 2.700 delegados de 150 países responderam o convite de Billy Graham para 1974 Lausanne Congresso sobre Evangelização Mundial.O encontro deu origem ao Movimento de Lausanne, uma organização guarda-chuva de cristãos evangélicos em todo o mundo. A diversidade destes delegados provou que o mundo tornou-se menor. Novos jogadores evangélicos dinâmicos se juntou a partir da Ásia, África e América Latina. O Congresso Lausanne destacou nova identidade global da evangelicalismo e também exibido o aumento significativo de conhecimento global em círculos missionários evangélicos. Quando os delegados discutiram o conceito de "povos não alcançados", como o foco do futuro trabalho missionário, fizeram-no agora com base no conhecimento de especialistas, mapas e dados. Missionários evangélicos tinha viajado o mundo há séculos, mas agora eles desenvolveram uma compreensão mais analítica dos desafios que se avizinham. Isto tornou-se concreto quando o comitê de direção Lausanne encomendou um relatório sobre o estado do cristianismo em todos os países do mundo. 

 

O presente comunidade global em Lausanne foi fruto de sementes plantadas por campanhas internacionais do MPC e as cruzadas que Graham tinha realizadas em todos os cinco continentes em 1950 e 1960. Eles foram muito unida por viagens aéreas, a ascensão da mídia internacional, e tecnologia de comunicação cada vez mais rápido. Eles foram nutridos pela memória e experiência de trabalho campanha internacional de Billy Graham partilhada, enquanto crescia mais perto através da prática global de oração. 

 

Graham pregou eventualmente mensagens evangelísticas em 49 países. Seu alcance internacional é muitas vezes subestimada nos Estados Unidos, e muitos evangélicos norte-americanos não entendem as maneiras seu ministério mundial tanto o transformou como evangelista e forma o seu trabalho em seu país de origem.