Translate this Page

Rating: 3.0/5 (908 votos)



ONLINE
6




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter


precisamos de avivamento editora quadrangular
precisamos de avivamento editora quadrangular

                        
                            Temos aqui vários estudos recentes
No avivamento de Israel sob o profeta Elias, este homem de Deus foi um instrumento poderosamente usado pelo Senhor. Seu primeiro passo foi “ reparar o altar do Senhor que estava quebrado”. Logo o profeta colocou no altar doze pedras, representando as doze tribos completas e unidas, e não apenas dez pedras – as tribos incompletas e divididas do chamado reino do norte, onde vivia o profeta Elias.
É notável este fato do profeta trabalhar com doze pedras, sendo ele do reino das dez tribos. Não é de admirar que o poderoso avivamento que se seguiu levou o povo de volta aos pés do Senhor e também varreu o baalismo idolátrico de Israel.
O que pode fazer um povo dividido e desunido? Se por acaso vier a fazer algo, os males inevitáveis da desunião e da rebeldia atrofiarão tudo o que fizer.
Vemos o princípio da unidade também no grandioso avivamento bem retratado em Ezequiel 37. O texto sagrado afirma que “cada osso se uniu ao seu osso”.imaginai um osso estranho unindo-se a um corpo que não era o seu, e portanto diferente na idade, na altura, nas variações diversas etc. isso seria uma imensa e confusa babel, em que cada um estaria sem direção, sem dono e sem identidade como individuo e como grupo. E é o que esta acontecendo com os chamados movimentos avivalistas de renovação carismática por toda parte do mundo.
                                       AVIVAMENTO REAL
O avivamento real do povo de Deus é uma das grandes promessas divinas conforme podemos ver em atos 2.16-21 e Joel 2.28-32: “e há de ser que, depois, derramei o meu espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. E também sobre os servos e sobre as servas ,naqueles dias, derramei o meu Espírito. E mostrarei prodígios no céu e na terra, sangue, e fogo, e colunas de fumaça. O sol se converterá em trevas, e a lua, em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor. E há de ser que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”.É edificante notar que Joel, o profeta do pentecoste, foi contemporâneo do profeta Eliseu, sendo aquele profeta do reino do sul (Judá) e este, do Reino do Norte (Israel).
A solução divina para a restrição e detenção, na igreja atual, da avalanche de secularismo, mundanismo, comodismo, conformismo e transigência com o erro, o pecado e o mal, é um real avivamento bíblico, soberano, poderoso, divino, sobrenatural, irresistível e duradouro, no seio da igreja em geral e nas suas instituições.
Assim como Deus fez a igreja surgir avivada no espírito, como vemos no livro de atos dos apóstolos, ele mesmo avivará poderosamente a sua igreja nestes últimos dias que precedem a segunda vinda de Jesus, conforme atos 2.17 (“nos últimos dias”). Trata-se de um avivamento incomparavelmente maior que todos os precedentes. A promessa pentecostal de Joel 2.28 afirma quanto ao Espírito : “derramei o”; ao passo que atos 2.17 afirma “derramei do”. Então a plenitude da promessa, segundo Joel, aguarda um cumprimento futuro, e isso antes “do grande e glorioso dia do Senhor”.

 

                             AVIVAMENTO QUE PRECISAMOS

O avivamento que a igreja do Senhor Jesus Cristo necessita detém as seguintes características:
1) Um avivamento de contrição total
Necessitamos de um avivamento de contrição total do povo de Deus perante o Senhor. Contrição é quebrantamento de espírito em nosso interior, acompanhado de profundo arrependimento demonstrado em nosso exterior, tudo pela ação poderosa do Espírito Santo. Esses estados da alma têm a ver com o pecado no seu duplo aspecto: o pecado como delito praticado e o pecado com estado imanente no pecador, na sua natureza, do qual o crente precisa ser sempre vencedor, pelo “sangue da sua cruz”, como bem nos mostra todo o texto do capitulo seis da epístola de Paulo aos Romanos.
O avivamento faz o crente ver o pecado na sua hediondez, como Deus o vê. Esse quebrantamento, como aqui descrito, produz total humilhação de crente diante de Deus. É em tal contexto espiritual que o avivamento se instala e o Espírito Santo assume a primazia, predomina e prevalece. Quem retarda, pois, o avivamento na igreja não são os incrédulos, mas nós os crentes. É só ler passagens como 2 crônicas 7.14: “e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.
2) Um avivamento de perdão amplo e total com reconciliação
O avivamento que precisamos também deve se caraterizar por um perdão total, de coração, com reconciliação entre os crentes, inclusive os obreiros.
Pessoalmente, tenho visto neste país muitos obreiros causando, acalentando e ainda justificado inimizades no ministério, e ainda achando que isto é uma virtude.
3) Um avivamento de liberdade financeiraÉ um avivamento de generosidade ampla entre os crentes, nas contribuições para a obra de Deus em geral: dízimos, ofertas, doações, mão de obra voluntaria, auxilio, cooperação de todas as formas. Ele também diz respeito á restituição aos outros, de tudo o que for alheio e que porventura esteja em nosso poder.

No avivamento espiritual sob o governo do rei Ezequias, vemos em ação a liberdade financeira espontânea do povo movido pelo Espírito de Deus(2Cr31.5-10).

4) Um avivamento de santidade de vida
Trata-se da santidade do crente manifesta em toda maneira de viver, como declara Pedro em sua primeira epístola: “mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda vossa maneira de viver”, 1Pd1.15.
Paulo fala que a satisfação deve se dar “em todo o vosso espírito, e alma , e corpo”(1Ts5.23). em êxodo 19.6, Deus disse ao seu povo: “vós me sereis povo santo”. Santo no seu viver e conduta, isto é, no caráter, no seu aspecto interno e externo. Nossa vida natural é uma série diuturna de hábitos, praticas e costumes. É evidente, portanto, que um povo santo, isto é, que pertence a Deus, tenha costumes santos.
5) Um avivamento de evangelização e missões
Esse é um dos aspectos do genuíno avivamento na vida da igreja. Quando avivada, Ela carateriza-se também por evangelizar e fazer missões. Este é um fato patente no livro de atos dos apóstolos e na historia subseqüente da igreja, sempre que ele é avivada. Avivamento e missões são fatos gêmeos, indivisos, inseparáveis.

6) Um avivamento de louvor e adoração santos ao Senhor

Em uma igreja onde o avivamento paira, ouve-se os “cânticos de Sião”,os “cânticos espirituais” mencionados em Efésios 5.19, cujo sentido da expressão vai muito além daquele que lhe é comumente atribuído.

Uma igreja com avivamento do Senhor não precisa de artistas e atores da musica, os quais vêm transformando o púlpito da casa do Senhor em palcos. A igreja não precisa de animadores de auditórios, nem de shows musicais por parte daqueles que só buscam chamar a atenção para si. Ela carece, sim, de “verdadeiros adoradores, que O adorem em espírito e em verdade”(Jo 4.24).

Hoje temos pouco do verdadeiro louvor e adoração, porque tais coisas devem ser precedidas de sacrifício espiritual ao Senhor (2Cr 29.27-30; Hb 13.15; S1 50.23- “sacrifício de louvor”). Há pouco ou nenhum louvor no espírito, por que falta o componente celestial na adoração e também nos adoradores – o sacrifício espiritual ao Senhor.
7) Um avivamento de batismo no Espírito Santo
Trata-se de um avivamento de batismo constante no Espírito Santo, com a manifestação sobrenatural das línguas estranhas e operação de milagres como sinais prometidos por Jesus, em Marcos 16.17-18.
8) Um avivamento de oração intercessória e jejumTudo isso de modo continuo. Isso faz parte dos avivamentos da historia. Podemos ver isso claramente na bíblia, em textos como Habacuque 3.2, 2crônicas 7.14 e salmos 7.14 e 119. Varias vezes a oração do salmista é “avivanos, Senhor”.
9) Um avivamento de ensino da palavra de Deus
É um poderoso e ungido movimento de ensino da palavra de Deus nos templos, nos lares, nos educandários das igrejas, nas publicações, nos hinos cantados etc. É um ensino continuado da doutrina, como no avivamento de atos 2 – “permaneciam na doutrina (ensino) dos apóstolos” -, e que seja ao mesmo tempo desejado e buscado pelos crentes, como quem tem muita sede e muita fome da palavra de Deus.
Um tal ensino conduz igualmente á conversão de pecadores. Podemos ver isso em salmos 51.13, atos 13.21 e Lucas 20.1, onde Jesus aparece “ensinando e anunciando o evangelho” ao mesmo tempo.
10) Um avivamento de destruição dos nossos ídolos do coração
Um avivamento verdadeiro promove a destruição dos nossos deuses do coração. Sem avivamento, as coisas naturais desta vida se tornam deuses dentro de nós, como as riquezas, o sucesso, a posição (status), o trabalho exagerado de modo a deixar-nos sem tempo para adorar a Deus; o prazer incontido na glutonaria, nas diversões e nos passatempos “inofensivos”; na vaidade do espírito humano etc.
Em nossa vida, um Deus é tudo aquilo que torna o lugar do verdadeiro Deus e que ocupa o nosso coração, nosso tempo e nossa atenção. Deus ou é Senhor absoluto da nossa vida, ou somos nós que mandamos em nós mesmos. Não há meio termo, pois Deus não divide o seu senhorio nem a sua glória com ninguém.
Jacó, ao experimentar um principio de avivamento espiritual em sua vida, deu um basta nos ídolos de casa (Gn35.1-4). Samuel, o admirável homem de Deus,no avivamento de seus dias exortou o povo a destruir seus próprios ídolos (1Sm7.3-6).
11) Um avivamento segundo o modelo da palavra de Deus
O verdadeiro avivamento é sem mais, sem menos, sem inovações, sem distorções. É uma avivamento segundo os princípios estabelecidos na palavra de Deus (S1 119.25,154 – “segundo a tua palavra”).

Em Levítico 10, logo após ser instituído o ministério levítico, dois sacerdotes ofereceram “fogo estranho” perante o Senhor, e foram mortos ali mesmo. Tratava-se de fogo não da parte do Senhor;não fogo sagrado. Era um fogo não obtido do altar dos sacrifícios. Se a lei continuasse a vigorar hoje, os cemitérios estariam repletos de falsos avivalistas mortos. Atestado de óbito: “morte prematura por falsa identidade ideológica cristã”.

Só o avivamento do espírito do Senhor pode realmente vivificar-nos (Jo6. 63). O fogo sagrado das lâmpadas do candelabro era regulado para que não se apagasse, nem se excedesse. Para tanto, havia acendedores (avivadores) e também reguladores do fogo. A mesma coisa aparece no grandioso templo de Salomão, que também prefigura a Igreja como templo do Senhor (Ex 25.37,38; 1Rs7.49-50).
12) Um avivamento abrangendo a igreja e as famílias da igreja
Não podemos ter igrejas avivadas, despertadas, renovadas de fato, com lares distanciados de Deus, indiferentes e até refratários ao avivamento espiritual (Dt20. 5). Uma casa edificada precisa também ser consagrada.
Em atos 1.13, o avivamento pentecostal que deu origem á igreja começou em uma casa de família, e assim continuou naqueles dias, como vemos em atos 5.32: “no templo e nas casas”. É oportuno mencionar aqui que o termo “lar”, no seu original latino, implica algo fortemente aquecido.
                                          CONSIDERAÇÕES


Após esse breve estudo, é importante considerarmos pelo menos cinco coisas:
1) Uma igreja sem autentica renovação espiritual constante, primeiro, cai na rotina, o que significa ficar parada no tempo e no espaço; isto é, trabalha, mas não avança, não progride. Segundo, essa igreja não resiste nem supera as rápidas mutações de comportamento da sociedade ímpia ao seu redor; e terceiro, ela perde a guerra espiritual contra “a carne” (no sentido bíblico, é evidente) como em Gálatas 3.3; 5.17; 1 coríntios 3.1-4 e Romanos 7.14-24.

 

2) O crente realmente regenerado pelo espírito precisa manter-se renovado pelo mesmo espírito (Tt3. 5;2Co4.16).
3) Preparemos “o caminho do Senhor” para o avivamento (Mt3.3). avivamento espiritual não é só ter o fogo e calor(fervor) do Espírito Santo. É preciso continuar a avivar a chama do fogo. Em 1 Timóteo 1.6, Paulo diz: “Despertes o dom de Deus que existe em ti”. No original grego, essa passagem é lida, literalmente, como “aviva a chama do fogo do alto”. É a nossa parte no avivamento do senhor.
4) Lembremos o caso ocorrido com mahatma ghandi, da Índia, anos atrás: “eu admiro, acato, e aceito o Cristo do Evangelho, mas não aceito esse cristianismo de vocês”.
5) Atendemos para as palavras do evangelista Billy Graham, em seus sermão no dia Nacional de Oração, em 14 de setembro de 2001: “prostremo-nos perante Deus, humilhados, contritos, arrependidos e confessando nossos pecados, para que tenhamos um avivamento. “Obreiro”
As consequencias do genuino avivamento ;reavivamento e pentecostalismo.
Estamos vivendo momento de perspetiva pentecostal;que exigem de nós uma reflexão séria e criteriosa daquilo que chamamos de avivamento.sem duvida ;este seculo está iniciando para um período de grande derramamento do Espirito Santo sobre todos que o buscam.Como prova disso ;eis o grande crescimento da igreja no brasil ;que ocorreu atravez de homens simples;ainda que sem preparo teológico;mas que eram incondicionalmente ;submissos a orientação do espirito Santo.comparando esse período inicial com quadro atual;que tipo de pentecostalismo ou avivamento estamos praticando.
O que é avivamento/ 1º ato ou efeito de acordar/2º tornar mais vivo /3º cobrar animo / 4ºintensidade/ 5º acordar /.segundo alguns pensadores; 1ºé mover do Espirito Santo trazendo um despertamento do cristianismo neo-testamentario.2ºé um choque na apatia e descaso.3ºé pensar no céu e esquecer dos negocios da terra.4]experiencia com Espirito Santo.concluimos ;disse vance havner.(avivamento é a operação de Deus entre seu povo .. é a volta do cristianismo do novo testamento ...é volta ao normal)
Que tipos de avivamento estamos hoje.
0 avivamento está inserido por 14 vezes no antigo testamento ;onde pelo menos 8 vezes se referem ao avivamento na historia dos judeus ;o qual foi marcada por circunstancias esprcificas.vejamos algumas dessesa avivamemtos.1ºavivamento na casa de jacó(gn 35.1-15)2ºna época do rei Asa (2cr 15.1-15)3ºno reino de joas(2 cr 23e 24)4ºnos dias de Ezeqiuas (2rs 18.4-7 e 2cr 34 e35)5ºdepois do exilio sob zorobadel Esdras 5-7)6ºnos dias de Nemias e Esdras.

 

No novo testamento ;está inserido cinco vezes;embora está claro que o assunto se encontra em todas paginas.Caracteristicas periodicos/temporais(progamaticos)

 

Hoje interpreta-se como avivamento as exigências oriundas de progamações festevas como campanhas ;congressos;confraternizações etc;mas ainda não é avivamento tão esperado.Permanentes / contínuos
O avivamento é permanente ;é diário ;é continuo.é aquele que vem de dentro para fora e que começa em nós pela ação e operação do Espirito Santo ;indenpente de do dia ;semana;mês ;ano;sol ou chuva.Avivamento é o poder do Espirito Santo nas vidas resgatadas pelo sangue de jesus;tirando-as de /esconderijo de preconceito/medo/comodismo/pecado/paixão carnal/inutilidade/frieza espiritual/ E´o avivamento que leva o crente à batalha / linha de frente /a ganhar almas para jesus /combater contra o pecado /prepara o crente para os dias maus.
Moderno e tecnológico. avivamento magnético ;on´line ; pré moldado pré-moldado e pér fabricado ;que deixou de ser um movimento do Espirito Santo ;na unção dos púlpitos e com ação de nossas igrejas ;e passou a ser um movimento pentecostal e institucional ;onde predomina o orgulho denominacional.o avivamento da midiaque satisfaz os anseios culturais com tendencias e influencias e do mundanismo.

 

teorico ou histórico.O avivamento não é peça de museu ;onde se escreve compêndios ;apenas tratados.teóricos de ouvir dizerFala se ;comenta se sobre avivamento do passado ;dos tempos de finey;wesley;da rua azuza atc.não se pode viver de passado e da teoria ou historia .é preciso buscar um avivamento verdadeiro ;biblico e autentico.