Translate this Page

Rating: 3.0/5 (905 votos)



ONLINE
5




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter


Nelson Darby pre-milenismo dispensasionalista
Nelson Darby pre-milenismo dispensasionalista

                               ORIGEM do pre-milenismo dispensacionalista 

            Nelson Darby:Pioneiro do pré-milenismo dispensacionalista.

 

Com o colapso do puritanismo eo desligamento do pietismo, um abismo terrível de incredulidade e ceticismo aberto no oeste. [1] A força motriz para essa escuridão foi chamado de "Iluminismo" ou "Aufklärung" na Alemanha. A dica para o egocentrismo e auto-adoração, na verdade, ocorreu quando o humanismo renascentista deu uma guinada à esquerda como quando Ficino na Academia de Florença substituído nove salmos com os Enneads em 1487 em sua Matins. [2] Uma das consequências da rápida desupernaturalization do oeste era uma dúvida crescente sobre a genuinidade da profecia bíblica. Esta foi a certeza de ser uma fatalidade.

A luta contra a escatologia foi parte do enorme reconstrução do liberalismo. Paul Hazzard em seu A Crise da Consciência Europeia traça a quebra intelectual dos fundamentos cristãos, no final do século 17. Em suas palestras Gifford de 1973-1974, Owen Chadwick documenta o que ele apropriadamente termos a secularização da mente européia no século XIX. [3] A recusa de darwinismo para recorrer ao relato bíblico da criação, com relação às origens foi outra força poderosa na reformulando o pensamento ocidental. Engels, o colega de Karl Marx foi um discípulo de David Strauss da Alemanha que negou que Jesus já viveu. Naturalismo se espalhou por toda a Europa. Renan de França Cristo despojou de tudo sobrenatural. A crença religiosa caiu acentuadamente. Bertrand pai de Russell acreditava que toda religião que logo desaparecem. Ainda que Chadwick chama de "estado de espírito confiante do Iluminismo" realmente não podia satisfazer Renan, que foi extremamente melancólico em seus últimos anos. Em 1871, ele se perguntou em voz alta "é a vida digna de ser vivida quando vemos a ruína de tudo o que amamos? Feliz é o homem que acredita como Agostinho em A Cidade de Deus e pode morrer consolados. " [4] Mesmo o positivista francês, Auguste Comte , teve sua esposa receber extrema unção e cinco dias após a sua morte começou suas próprias orações diárias.

Incubadas no radicalismo de Rousseau e Voltaire, a Revolução Francesa pode ter inicialmente atormentado alguns ingleses (como Wordworth e Coleridge), mas sua violência e excessos aterrorizava mais e deve ser visto como parte da matriz para o Grande Despertar na Inglaterra e em outros lugares. Como é frequentemente o caso tal reviravolta drástica dar impulso à renovação do interesse escatológico. Já mencionamos os Profetas franceses e os "convulsionários" que estudaram profecia. [5]

Em seu estudo provocador de milenarismo e da Revolução Francesa, Clark Garrett mostra-nos como uma profetisa francesa de Perigord, Suzette Labroussa foi neste momento a Roma para argumentar que os tempos foram preditos em Apocalipse e que um evento escatológico estupenda era iminente. [6 ] Embora aclamado por alguns como o novo "Joan of Arc", ela teve dificuldade dele em Roma. Esta foi uma espécie de "misticismo revolucionário", com uma sobreposição de Joachaite definitiva. Viu-se como a nova Eva e olhou para o iminente retorno de Cristo. Ela acabou na Bastilha praticamente sem seguidores para sobreviver a ela.

A mística Sociedade Avignon surgiu em Berlim em 1779 e alardeou o advento iminente do reino de Cristo na terra. Swedenborg como vimos amplamente divulgadas seus pontos de vista muito idiossincráticos e, em 1800, um de seus seguidores na Câmara Irish utilizado Daniel e Apocalipse se opor a união com a Inglaterra. Mesmo JB Priestly Unitária de nota avançado visualizações milenares. Seu ministério foi na Inglaterra, também nos Estados Unidos, onde os unitários entre os fundadores participaram os seus serviços na Filadélfia. Mesmo John Wesley em face de uma série de terremotos em Londres em 1750, viu que "Deus deu ao povo um segundo aviso". [7] Tudo isso e muito mais que os documentos Garrett evidencia "o aumento notável de interesse nas antigas profecias ! "

Em tudo isso, a jornada espiritual de um jovem e profundamente intenso ministro irlandês da Igreja da Inglaterra, John Nelson Darby, torna-se de especial interesse para nós. Suas opiniões e estudos têm exercido uma influência poderosa e penetrante sobre a posição dos profecia bíblica desde então e agora nos voltamos para examinar o homem e seu legado.

No vórtice da descrença radical e revolução, vamos traçar um notável ressurgimento do pensamento escatológico. No ápice desta recrudescência foi John Nelson Darby (1800-1882). Sua linhagem era irlandês e Inglês. Nascido em Londres, o mais novo de seis filhos (havia três filhas também), ele foi batizado na Igreja de St. Margaret, em 1801 Sua preferência ao longo da vida foi para o batismo infantil. Sua educação primária foi na Escola Pública de Westminster, em Londres. Efetivamente perder sua mãe quando ele era muito jovem na separação de seus pais, ele foi enviado a Dublin por seu pai, em 1815, onde ele entrou para o Trinity College. [8] Ele era um estudante talentoso e cedo conheceu JG Bellett que era para ser um amigo de longa data e colega entre os irmãos.

Primeira direção profissional de Darby foi a "lei" e ele foi admitido no tribunal em 1819 Dois anos mais tarde foi convertido sob a influência do comentarista bíblico Thomas Scott, mas continuou a definhar sob a "vara da lei" (como em Romanos 7) por alguns anos. Em um ponto ele foi atraído pela igreja de Roma, mas decidiu, em vez da Igreja da Irlanda (anglicana), no qual ele foi ordenado diácono em 1825, embora seu pai o deserdou com desagrado considerável. Ele sempre foi tocado pela situação dos encargos pobres e servido em áreas carentes em grande parte católicos romanos como em Calary nas montanhas de Wicklow. Enquanto se recuperava de um acidente de cavalo, ele ficou na casa Pennefather em Dublin, onde se encontrou com Frances Newman (irmão do famoso John Henry Newman e se mais tarde um missionário para terras muçulmanas e uma vítima da fé). Frances Newman compartilha suas impressões sobre o Darby não descritivas. Neste espaço de tempo, Darby entrou em livramento de Romanos 8.

Ele estava cada vez mais preocupado com a abordagem não doutrinária da igreja estabelecida e decepcionado que muitos de seus colegas do clero "não tinha grandes objetivos ou entusiasmo teológica". [9] A união entre Igreja e Estado parecia cada vez mais "babilônica". Ele lamentou "as ruínas da igreja" tudo sobre ele. Ele achava que ele deveria vender sua pequena biblioteca e ler apenas a Bíblia, mas 2 Timóteo 4:13 preso esta loucura. Ele nunca deixou formalmente a Igreja da Irlanda, mas começou a ministrar a Palavra e repartir o pão com os crentes em assembléias que se multiplicou em todo o mundo. Ele estudou o texto bíblico no original, escreveu voluminously (suas obras completas se a 34 volumes) e viajou incansavelmente incluindo muitas viagens para os Estados Unidos. Ele traduziu a Bíblia para três idiomas. O retorno de nosso Senhor era um tema importante em seu ministério.

No capítulo 11 nos referimos as famosas Conferências Albury, que começou em 1826 na propriedade de Henry Drummond, na Inglaterra, onde o estudo profético sério foi feito e onde, entre muitos outros Edward Irving virou para a doutrina da pré-milenarismo, uma crença no próximo retorno de Cristo e um historicismo modificado. Os argumentos ultrajantes e sensacionalistas de Dave MacPherson em seu The Incredible Cover-Up e The Plot Rapture são em grande parte argumentum ad hominem e ter sido completamente refutada. [10] Patterson e Walker têm procurado atribuir às Irvingites "os princípios doutrinários essenciais da premillennialism . " JL Burns bem exposta ao reducionismo de "uma única fonte, a teoria trickle-down da formação do movimento". [11] De onde então devemos traçar opiniões fortes dispensacionalistas de Darby e sua convicção sobre um arrebatamento Pré-Tribulação?

Albury e Irving pode ser parte do mix que ele mudou-se para o pré-milenismo, mas as conferências Powerscourt na Irlanda à grande propriedade que carregam esse nome na década de 1830 parece ser uma influência mais decisiva. Lady Powerscourt tinha assistido a primeira Conferência Albury em 1826 e começou a reuniões de estudos semelhantes em sua propriedade na década de 1830, onde muitos irmãos incluindo Darby veio e ministrou. Na verdade em um ponto Darby e Lady Powerscourt foram prestes a se casar, mas por causa da desaprovação de alguns dos Irmãos, o noivado foi rompido e Lady Powerscourt morreu com a idade de 36, dizia-se de um coração partido. Isto para todos os efeitos práticos concluiu as Conferências de Powerscourt.

Darby construiu sua doutrina da Igreja sobre Cristo e ser do crente assentado com Cristo nos lugares celestiais (Efésios 2: 6 et al). Poythress mostra como esse foco em Cristo e sua "qualquer momento" chegando ao invés do milênio adicionado imenso apelo a estas idéias proféticas. [12] Isto significava "papéis distintos, mas paralelos e destinos de Israel e da Igreja", o que está sendo terrena de Cristo e as pessoas celestiais outro de Cristo. Darby anunciado um retorno geral para a posição pré-milenarista ante-Niceno que tinha encerado quente e fria ao longo da história da igreja, mas agora ele abre a distinção entre a vinda de Cristo à sua Igreja e depois de Cristo depois vem com a Sua Igreja. Tal distinção não foi claramente articulada através dos séculos, mas ele insiste que "Não é por acaso que ser sempre esperando que o Senhor voltar." [13] Isto é o que ele pregou em Powerscourt. Por quê?

Em sua tese de doutorado, Larry Crutchfield escreveu em As Origens do Dispensacionalismo: O Fator de Darby . A questão dispensational não é realmente relevante aqui (embora a esquematização da história da redenção é encontrada em sete idades de Agostinho e até mesmo na idade de aliança de obras e graça). Crutchfield mostra que a escatologia Irvingite não ficou claro em muitas questões e carece iminência consistente e qualquer tratamento de 70 semanas de Daniel. Darby, por outro lado, construiu sua escatologia "a partir de uma hermenêutica literal ea distinção entre Israel ea Igreja", com uma forte ênfase na iminência do arrebatamento. [14]

Darby era um ávido estudante da Escritura. Nenhum vou negar isso, mesmo que seu estilo de escrita era um pouco complicado. Ele enfrentou uma massa de dados proféticos em Sagrada Escritura. Pseudo-Efrém (já em 373 e mais tarde como 627 dC) acreditava que os últimos dias foram de fato e ensinou claramente: "Todos os santos e eleitos de Deus estão reunidos antes da tribulação, que está por vir, e são levados para o Senhor, a fim de que eles não podem ver a qualquer momento, a confusão que domina o mundo por causa de nossos pecados ". [15]

Em face de a mesma profusão de dados que nós já mencionamos que Thomas Shepard, o primeiro presidente de Harvard, parecia falar de duas fases no segundo advento de nosso Senhor. A complexidade da representação bíblica parecia exigir duas fases do Segundo Advento. Afinal, o Advento era em si mesmo em duas fases, a primeira na humilhação de morrer ea segunda em glória para governar.

Da mesma forma, Morgan Edwards (1722-1795), um Batista que pregou primeiro na Inglaterra e depois nos Estados Unidos, foi co-fundador da Universidade Brown, em Rhode Island, usou uma hermenêutica literal e ensinou que os crentes iriam desaparecer no período da tribulação, reunião Cristo nos ares e voltar para a casa do Pai acima. Ele não ressaltar a diferença entre Israel ea Igreja nem se aprofundar em Daniel 9: 24-27. Ainda assim, ele é claramente uma proto-rapturist. [16] Aumento Mather teve uma espécie de doutrina do arrebatamento. Esta foi, então, os dados Darby enfrentou junto com os cristãos através dos tempos e veio para a sua clara arrebatamento conclusão de dois estágios.

Em seu estudo clássico sobre a parusia no Novo Testamento , AL Moore conclui que "a esperança parusia (a esperança do nosso Segundo Advento do Senhor) pertence à própria estrutura e substância do Novo Testamento". [17] Ele mostra que há uma insistência inabalável na "proximidade" deste evento e que essa expectativa é extremamente relevante, pois é uma base fundamental para o "sentido de condução da missão" na igreja primitiva. [18]

O pano de fundo de acordo com Moore é a expectativa de iminente visita de Deus ao seu povo na salvação e no julgamento que deu origem ao apocalypticism depois que floresceu no período intertestamentária de Israel. Jesus e Paulo estavam em um no que diz respeito à iminência. O atraso do Advento foi um desapontamento para a igreja e muitos se afastaram da Advent expectativa e fazem até hoje (cf Peter luta com o atraso em 2 Pedro 3: 1-9). Embora houvesse indícios delgados de um intervalo, a vinda estivesse próxima! Jesus disse John pudesse viver para vê-lo (João 21: 20-23). Paulo acreditava que viveria para ver o retorno de Cristo (cf 1 Tessalonicenses 4: 13-18, 1 Coríntios 7: 26-03 janeiro). A esperança da tradução da igreja está em nenhum lugar delimitado. [19] Cristo está à porta! Os crentes devem estar sempre vigilantes. A história chegou ao fim. A tarefa é urgente. "O dia" é o motivo para a obediência e paciência (Hebreus 10:37, Tiago 5: 7-9).

O desconhecimento da data ressalta a necessidade de vigilância (1 Pedro 4: 7, Revelação 1: 1, etc). Há uma tensão aguda entre o "agora" e "ainda-não". Israel não estava pronto, mas a Igreja é estar pronto de acordo com as palavras de Jesus (Mateus 25: 1-13). A Igreja deve ser uma comunidade escatológica em dia possível graças a longanimidade de nosso Deus e projetado para trazer muitos ao arrependimento e à fé. Assim, no início do século 19 os gostos de Hatley Frere e Lewis Way procurou reverter delimitação grave de Agostinho da escatologia. [20]

Uma vez que existe um sem sinais, "qualquer momento" retorno de Cristo para a reunião no ar iminente da ocorrência do fato "como um ladrão na noite", e há também um retorno glorioso no poder com 10,000s e 1000s dos santos e anjos, quando "todos os olhos veriam" para derrotar o Anticristo e seus asseclas no Armagedom e estabelecer Seu reino e governar por mil anos, não é possível inferir razoavelmente que estes são dois eventos distintos e separados? Curiosamente, RC Sproul (agora um preterista) vê o Segundo Advento em duas fases-70 dC e no final da época. [21] Onde Darby ficar com a ideia de "o arrebatamento?" Afirmo que é uma inferência razoável e que ele tem muitos precursores como o conceito foi amadurecendo através de muitos séculos, ele proclamou em Powerscourt. Agora, o que ele disse? John Nelson Darby estava com a legião de premillenalists como Augustus Toplady (que escreveu Rock of Ages, fendida por mim) que, inequivocamente, disse:

"Eu sou uma das pessoas antiquadas que acreditam que a doutrina do Milênio e que haverá duas ressurreições distintas dos mortos-primeiro, dos justos, em segundo lugar, do injusto, o que ressurreição última não terá início até mil anos após a ressurreição dos eleitos. Nesse intervalo glorioso de mil anos Cristo vai reinar em pessoa sobre o reino dos justos ". [22]

Mas Darby levou em mais um passo significativo e postulou uma tradução pretribulational da igreja. Este não é alarmante na medida em que cada grande doutrina da fé viu mais definição e clarificação de várias épocas da história, como a cristologia dos primeiros séculos; soteriology na Reforma, etc, mas sempre coerentes e nunca em contradição com o que havia anteriormente sido revelado. Isso é semelhante a revelação progressiva na própria Escritura. [23] Nós não encontramos ninguém mais cedo do que Darby falar tão explicitamente de "o arrebatamento da igreja" (derivado de Rapturo ou "apanhados" em 1 Tessalonicenses 4:17) em um clara diferenciação entre as duas fases do Segundo Advento de Cristo.

Expressa a convicção de Darby é que "a glória divina é sempre o fim de todas

as coisas ". [24] Ele também é cristalina (como CI Scofield não era) que "A salvação é sempre pela graça". [25] É interessante que ele visitou com DL Moody e compartilhou muito em comum, mas eles se separaram sobre a questão do livre-arbítrio. Alguns têm evitado Darby, porque ele era desconexo e mal-humorada e controversa. Essa é a falácia final de argumentum ad hominem . Será que torpedear os ensinamentos de Calvin por causa de sua tirania de Genebra ou por causa de sua responsabilidade pela morte de como Servet? Ou são doutrinas de Lutero inadmissível por causa de seu anti-semitismo? O temperamento de Darby é irrelevante para a veracidade de seus ensinamentos. Temos de olhar para o que ele escreveu e pregou.

Na análise significativa da Darby Sinopse dos Livros da Bíblia , vemos em seu tratamento de Mateus 10:23 (lidando com a missão de divulgação que não tiver concluído todas as cidades de Israel "diante do Filho do Homem vier") que este testemunho, interrompido pela igreja-idade, vai retomar em Israel, volta à sua terra, "até que Cristo deve retornar". [26] Da mesma forma as boas-vindas que Israel estaria de acordo que o Messias viria no Eschaton (Mateus 23: 39). [27] Assim, ele vê muito no Sermão do Monte que tem a ver com os judeus no período da tribulação, com a intensificação da perseguição nos últimos finais 3 1/2 anos. Ele vê muita coisa que foi cumprida na destruição de Jerusalém em 70 dC, mas a maior parte da previsão tem a ver com o fim dos tempos. [28] Bispo Ellicott recomendado este trabalho. Poucos de seus críticos têm realmente ler ele em "A Dispensação e os restos ou as Apostasias", como ele chamava. [29]

Em seu itineration constante (sete vezes para os EUA), muitas vezes ele falou do "arrebatamento" da igreja e encontramos material típico no Volume XI de Os Collected Writings , editado por seu amigo de longa data e colega, William Kelly. Uma questão importante para Darby torna-se o grau em que Cristo dá uma visão para os discípulos não como eles representam o remanescente judeu do tempo do fim, mas a Igreja. É evidente que a Igreja foi introduzido para os apóstolos (Mateus 16:18, 18:17). Ele é muito clara sobre o Dia do Senhor ou uma grande época de julgamento e ira fechar esta idade. [30] Ele vê declínio espiritual e não a conversão do mundo. Darby é realmente um dos primeiros a lidar com que os santos na tribulação é se a igreja é arrebatada. Os anciãos coroados estão nos céus durante a tribulação.

A tradução da Igreja para o céu é o exegético e resultado lógico tendo em vista a natureza celestial eo destino da Igreja. Os santos na terra durante a tribulação, então, são o remanescente judeu convertido (Romanos 11:26), e que grande multidão de gentios convertidos através de seu testemunho (Apocalipse 7: 9ff). Ele cita como prova a promessa do Cristo vivo na Igreja de Filadélfia (Apocalipse 3:10). [31] Ele se inclina fortemente na profecia de 490 anos (Daniel 9: 24-27). Este é um tema antigo na igreja (de volta ao Hipólito como vimos), mas ninguém até o momento da Darby foi tão sondagem como ele sobre esta questão.

Darby vê o efeito desastroso de uma expectativa corroído: ". Eles perderam a esperança da Igreja e afundou-se ao poder hierárquico e ao mundo, em conforto e prazer" [32] É claro que muitos já haviam visto-iminência incluindo Calvin, que escreveu "Esteja preparado para esperar que Ele a cada dia, ou melhor, a cada momento." Assim, o pré-tribulacionismo Westminster Divines e J. Barton Payne, que no nosso tempo se opôs. [33] Mas nenhum destes em contraste com Darby fez qualquer esforço real para mostrar como a vinda de Cristo pode ser a qualquer momento, se uma grande agenda ficou para ser cumprida antes que ele retornasse. Darby também argumentou que a vinda de Cristo é iminente e que nada tinha que acontecer antes que ele aparece!

As declarações proféticas de John Nelson Darby e os Irmãos de Plymouth (assim chamados porque Plymouth na Inglaterra era um centro de sua vida) foram influentes em um grau desproporcional aos seus números reais. O ensino "arrebatamento" particularmente tocado o Congregacionalista CL Scofield (como veremos) e Presbiteriana James H. Brookes e através deles para os confins dos Estados Unidos e ao redor do mundo. Seminários e Institutos Bíblicos, sociedades missionárias e até mesmo muitas denominações construíram sobre o fundamento muito claro do dispensacionalismo e do arrebatamento "qualquer-momento". Em sua lido As Raízes do fundamentalismo , Ernest R. Sandeen não hesita em lançar as bases de John Nelson Darby e seu pré-milenismo dispensacionalista. [34]

Sandeen mostra que Lady Powerscourt se assistir a uma das Conferências Albury, mas usar isso para explicar as origens da posição arrebatamento de Darby é uma tensão. Nem Edward Irving, nem sua suposta fonte, Margaret MacDonald, realizada a um arrebatamento qualquer momento-. [35] Os grandes temas da Conferência Albury que assim segurou Irving foram a chegada do fim dos tempos, a abordagem do Anti-Cristo e do logo retorno do Senhor Jesus. Dois outros pregadores escoceses eminentes e mais equilíbrio do que Irving são Andrew Bonar (1810-1892) e seu irmão mais velho Horácio (1808-1889). Eles eram líderes no rompimento da Igreja Livre, que foi liderada por Thomas Chalmers em 1843 Ambos os irmãos serviram pastorates significativas e cada moderador da Assembléia Geral. Horatius Bonar escreveu uma defesa valente de premillennialism para o qual foi dado o devido crédito à influência precoce de Edward Irving. Este trabalho, Prophetical Marcos , é uma afirmação digna do caso para premillennialism clássica, mas um exame minucioso não revela um traço do arrebatamento qualquer momento-. [36]

Próprio Darby disse que era 2 Tessalonicenses 2, que o levou a sua visão das duas fases do Segundo Advento. A questão, como vimos, é como podemos manter a um retorno iminente sem sinais de Salvador e também para legível sinais de uma descida gloriosa para o Monte das Oliveiras e Armageddon no Dia do Senhor época do julgamento? Eles devem ser duas fases diferentes da parousia (vinda). Para o nosso próprio dia a questão da iminência está no cerne das diferenças entre os evangélicos sobre o Segundo Advento. [37]

Mas mesmo entre os próprios movimentos Irmãos do Darby existiam essas diferenças. Algumas lesões graves aberto muito em breve que dividiu os irmãos nas Exclusivos com Darby e Kelly e então a aberta com BW Newton e George Muller. Estes cismas dolorosas teve várias causas operacionais, que eram principalmente as questões de organização e companheirismo parâmetros. No entanto, BW Newton e seu primo Dr. SP Tregelles, o crítico textual distinto, ambos negaram o arrebatamento qualquer momento e preferiu um retorno pós-tribulacional, negando assim iminência. Newton foi forçado a retirar algumas declarações "descuidados" sobre a impecabilidade de Cristo e isso, mais as diferenças escatológicas sundered sua comunhão com Darby.

Newton não teria nenhum papel na preterism ou historicismo, ele era um futurista ousado. No entanto, ele acredita que a vinda de Cristo para o seu próprio e sua vinda com o seu próprio seria o mesmo dia. [38] Ele vê a restauração de Israel para a terra em incredulidade e sua conversão durante o Milênio. Ele escreveu longamente sobre a confederação de dez nações do fim dos tempos como centrado na Babilônia. [39] Ele acreditava que o Anticristo seria grego.

Dr. Tregelles realmente deixou os irmãos nas controvérsias e voltou para a Igreja da Inglaterra. Ele atribuiu a origem do arrebatamento "segredo" para um enunciado em uma reunião Irvingite (cerca de 1832), "Mas se alguém já afirmou tal coisa ou não, foi a partir desse suposta revelação que a doutrina moderna ea linguagem moderna respeitando- surgiu ". [40] Só se poderia desejar que a historiografia do bom doutor foi feito com tanto cuidado como seu excelente trabalho sobre o texto grego do Novo Testamento. A diferença de raiz que ele tem com Darby é sobre a realidade dos dois povos de Deus. Ele fala do "cesto de lixo judaica" usada por Darby. Ele se esforça para explicar o significado da palavra RELÓGIO de Jesus.

Não obstante as guerras intestinas no início, a grande preponderância de membros do movimento Irmãos até hoje seguem Darby, em sua insistência sobre a qualquer momento-vinda. As grandes obras clássicas de William Kelly, FW Grant, CHM, Samuel Ridout, Edward Dennett, HA Ironside (início com os irmãos), FA Tatford, todos refletem uma expectativa viva do som da trombeta. . Que Sibley Towner chama de "a chamada inelutável de apocalíptico" se profundamente agarrou essas pessoas [41] Mais adiante neste século, o grande pregador batista Alexander Maclaren declarou: "A igreja primitiva pensou muito mais sobre a vinda de Cristo do que sobre a morte; mais sobre Sua vinda de cerca de Céu ". O mesmo aconteceu com essas pessoas.

 

bibliografia 

[1] David L. Larsen, A Companhia dos Pregadores: A História da Pregação Bíblica do Antigo Testamento para a era moderna ( Grand Rapids: Kregel, 1998) 328ff. Isaiah Berlin: "O Iluminismo é o movimento mais poderoso no pensamento europeu ... todos os princípios da explicação deve ser o mesmo da razão".

[2] Thomas Fleming, "vire à esquerda no Renascimento", em Crônicas de Cultura , de junho de 2002, 10 e ss, também na mesma edição, Hugh Barbour, "Todos os caminhos levam a Florença", 19ss. Em certo sentido as raízes do Iluminismo estão no humanismo renascentista.

[3] Owen Chadwick, a secularização da mente européia no século 19 (Cambridge: Cambridge University Press, 1975). "O Pai vitoriana vai à igreja, o filho Edwardian fica em casa." Como isso se desenvolve? Penetrante.

[4] ibid. 252 O pai de Bertrand Russell previu o cristianismo desapareceria.

[5] O estudo clássico é Hillel Schwartz, Os Profetas franceses: A História de um Grupo milenar na Inglaterra do século 18 ( Berkeley: University of California, 1980). Mostra como emigrantes de perseguição huguenote impactado Inglaterra e como foram aliados com pietists Halle (170ff). Um magnífico estudo! Outro trabalho fino é JFC Harrison, The Second Coming: Popular Millennialism (New Brunswick: Rutgers University Press, 1979). Ann Lee ouviu George Whitefield.

[6] Clark Garrett, Folly Respeitável: Millennialism e da Revolução Francesa na França e Inglaterra (Baltimore: Johns Hopkins University Press, 1975) 22.

[7] ibid. 153 Mostra Richard Brothers (b. 1.757 em Terra Nova) foi um devoto inicial de identificação israelita britânico anglo saxões como as 10 tribos perdidas. Este movimento coloca um toque peculiar na palavra profética, cf Anton Darms, a ilusão da Grã-Bretanha Israelism (Neptune, NJ: Loizeaux Irmãos, nd) Melhor nisso.

[8] Em toda esta seção Eu estou apoiando-se nas idéias de Max S. Weremchuk, John Nelson Darby (Netuno: Loizeaux Irmãos, 1992). Darby tinha correspondência significativa com

o teólogo alemão observou, Tholuck do ministério de Halle Darby nas montanhas de Wicklow foi grandemente abençoado como mil católicos romanos vieram a Cristo. Ele estava profundamente desapontado que seu Bispo queria que eles para dar o seu juramento de lealdade ao rei Inglês. Um erro.

[9] ibid. 40 JG Bellett trouxe Darby a notícia do ressurgimento do estudo profético em Albury, 40 milhas de Londres. Este belo livro foi traduzido do alemão.

[10] Dave MacPherson, The Incredible Cover-up (Medford, Oregon: Omega Publications, 1975); The Plot Rapture (Greenville, SC: Millennium III, 1995).

[11] J. "Revisão de" nosso conforto indescritível 'Lanier Bums: Irving, Albury, ea Origem do Pré-Tribulação Rapture ", de Mark Patterson e Andrew Walker na Bibliotheca Sacra , julho-setembro de 2000, 363ff. No criador único.

[12] Vern S. Poythress, Entendendo Dispensationalists (Grand Rapids: Zondervan, 1987) 15ss. Cotações Daniel Fuller: "O próprio Cristo tornou-se a sua esperança."

[13] Max S. Weremchuk, op. cit. 129.

[14] V. Larry Crutchfield, As Origens do Dispensacionalismo: O Fator Darby (Lanham, MD:

University Press of America, 1992) 177.

[15] Thomas Ice e Timothy J. Demy, The Return: Compreender Segunda Vinda de Cristo e do fim dos tempos (Grand Rapids: Kregel, 1999) 56ff.

[16] Frank Marotta, Morgan Edwards: Um Século Pretribulationist 18 (Morganville, NJ: verdade presente Publishers, 1995). Evangelista John Bray, um crítico cáustico da pretribulationism admitiu a referência Morgan Edwards.

[17] AL Moore, a parusia no Novo Testamento (Leiden: EJ Brill, 1966), 4 Este estudo é imponente no respeitado Novum Testamentum série.

[18] ibid. 5. Ele mostra que não podemos ignorar a esperança de Israel biblicamente baseado em um reino (cf Is 44.: 6-23, 46: 9-13, 52: 7-9, 24:23, 33: 21-22, Sf 3.: 15ss, etc).

[19] ibid. 119. Shows de Romanos 13 que saber a hora bombeia ética.

[20] ibid. 216 "A manifestação aberta, universal e inequívoca da final pode ser adiada, mas está próximo!" 199 Temos de chegar a um acordo com este estudo.

[21] RC Sproul, Os Últimos Dias Segundo Jesus (Grand Rapids: Baker, 1998) 158ff. Ele reconhece que ele é "ainda incerto sobre algumas questões cruciais."

[22] RJ Reid, Observações sobre o Millennialism e Kindred Ensino de Philip Mauro (New York: Loizeaux, 1943) 5.

[23] Thomas D. Bernard, O Progresso da Doutrina no Novo Testamento (Grand Rapids: Eerdmans, 1949). Estas são as Bampton Palestras em Oxford em 1864.

[24] V. Larry Crutchfield, op. cit. 62.

[25] ibid. 57.

[26] JN Darby, Sinopse dos Livros da Bíblia: III, Matthew-John (Londres: G. Morrish, 1845) 72.

[27] ibid. 156 Escrito depois de sua extensa ministério na Suíça e na França.

[28] ibid. 164 Considerado por muitos para ser seu opus magnum .

[29] JN Darby, "As Revelações e os restos" em Collectanea: Ser Alguns dos temas abordados em Leamington no ano de 1839 , em The Christian Sério, Série II, Volume X, 41ff.

[30] JN Darby, Os Collected Writings , IV (London: Garrish nd) 66.

[31] ibid. 247.

[32] ibid. 320.

[33] Renald Showers, "a iminência do retorno de Cristo", em Israel a minha glória , de fevereiro a março de 1996, 8.

[34] Ernest R. Sandeen, As Raízes do fundamentalismo: Millenarianism britânica e americana 1800-1930 (Grand Rapids: Baker, 1970, 1978) 59ff.

[35] Thomas D. Ice ", Margaret MacDonald" na Encyclopedia of Premillennialism (Grand Rapids: Kregel, 1996) 224f; FF Bruce, Respostas às perguntas (Grand Rapids: Zondervan, 1972) 199 Salienta que Tregelles não foi convertido até que ele tinha 19 anos de idade, em 1832, por isso não tinha conhecimento de primeira mão com qualquer coisa antes. Recorde-se que Bruce era um Irmão Plymouth longo da vida.

[36] Horatius Bonar, Prophetical Marcos (London: James Nisbet, 1876).

[37] Robert L. Thomas, "A Doutrina da Iminência em dois sistemas recentes escatológicas", em Bibliotheca Sacra , outubro-dezembro de 2000) 452-467); Também Wayne A. Brindle, "provas bíblicas para a iminência do arrebatamento", em ibid. 13 8ss. Gordon Lewis em seu Integrativa Teologia co-autoria com Bruce Demarest dá um forte argumento (Volume III, 419) para "Sem contagem regressiva" para o arrebatamento, ou seja, pode acontecer a qualquer momento. Não há eventos anteriores à sua ocorrência. Sua posição para o "arrebatamento Pré-Tribulação da igreja institucional" é inferida a partir da demanda do Novo Testamento para a constante

disponibilidade da Igreja, 418.

[38] ed. George H. Fromow, mestres da fé e do Futuro: BW Newton e Dr. SP Tregelles (London: Sovereign Grace Testimony, 1969) 59 O amplo quadro histórico é desenhado em Thomas Stewart Veitch, A História do Movimento dos Irmãos (Londres : Pickering e Inglis, nd). Completamente um estudo rico.

[39] BW Newton, perspectivas dos Dez Reinos (London: Houlston e Sons, 1873) 254.

[40] SP Tregelles, a esperança da Segunda Vinda de Cristo (Scottsdale, PA: nd). 30. Tregelles detinha o "70 de sete reservada" perspectiva, a primeira proposta por Hipólito. Em outra abordagem fundamental, Bruce Ware do Seminário Batista do Sul em Louisville, em sua "Igreja no Ver em Mateus 24-25 é?" na Bibliotheca Sacra , abril-junho de 1981, 158-172, lida com a questão crítica a respeito de onde é que Israel e onde está a Igreja no Sermão do Monte. Sua posição é que é, essencialmente, Israel (a visão pretibulational), mas com Walvoord ele afirmaria que os discípulos pode representar Israel no tempo do fim ou da igreja, de acordo com

o contexto imediato.

 

[41] W. Sibley Towner, "Apocalyptic" em ed. William H. Willimon e Richard Lischer, Concise Encyclopedia of Pregação (Louisville: WJK, 1995) 15.

fonte pre-tri.org