Translate this Page

Rating: 3.0/5 (920 votos)



ONLINE
8




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

mmmmmmmmmmm


// ]]>


historia de israel o cerco em 586 ac.
historia de israel o cerco em 586 ac.

                                Historia de Israel o cerco de Jerusalém 586 ac.

Em 589 aC, Nabucodonosor II sitiou Jerusalém , culminando na destruição da cidade e seu templo em 586 aC.

Siege [

Na sequência do cerco de 597 aC , o neo- babilônico Nabucodonosor instalado Zedequias como afluente , rei de Judá com a idade de vinte e um anos. No entanto, Zedequias se revoltou contra Babilônia, e entrou em uma aliança com o Faraó Hofra , rei do Egito . Nabucodonosor respondeu invadindo Judá  e começou um cerco de Jerusalém , em dezembro de 589 aC. Durante este cerco, cuja duração era ou dezoito ou 30 meses, [ 2 ] "cada pior desgraça se abateu sobre a cidade, que bebeu o cálice da ira de Deus até a última gota".  Em 586 aC, após a conclusão do décimo primeiro ano do reinado de Zedequias, Nabucodonosor rompeu os muros de Jerusalém, conquistando a cidade. Zedequias e seus seguidores tentaram fugir, mas foram capturados nas planícies de Jericó e levado para Ribla . Lá, depois de ver seus filhos mortos, Zedequias foi cegado, amarrado e levado cativo para a Babilônia,  onde permaneceu um prisioneiro até a morte.

Após a queda de Jerusalém, o babilônico geral Nebuzaraddan foi enviada para completar sua destruição. Jerusalém foi saqueada e Templo de Salomão foi destruído. A maioria dos elite foram levados em cativeiro na Babilônia . A cidade foi arrasada. Foram autorizados apenas um pequeno número de pessoas a permanecer a tendência para a terra.  Gedalias foi nomeado governador do resto de Judá, a Província de Yehud , com um caldeu guarda estacionada em Mispa .  Ao ouvir esta notícia, o judeus que estavam em Moab , Ammon , Edom , e em outros países voltou a Judá.  Gedalias foi assassinado dois meses depois, ea população que havia permanecido e aqueles que tinham retornado, em seguida, fugiu para o Egito para a segurança. Em Egito, eles se estabeleceram em Migdol , Tafnes , Mênfis , e Patros .

Notas Cronológico

Zedequias é acorrentado e levado perante Nabucodonosor , de Petrus Comestor 's " Historiale Bíblia ", 1670.Os babilônicos Chronicles , publicado em 1956, indicam que Nabucodonosor capturou Jerusalém pela primeira vez pôr fim ao reinado de Jehoaichin em 2 de Adar (16 de Março) 597 aC.

Tem havido algum debate a respeito de quando o segundo cerco de Jerusalém ocorreu. Embora não haja dúvida de que Jerusalém caiu pela segunda vez no mês de verão de Tamuz ( Jeremias 52: 6 ), William F. Albright data o fim do reinado de Zedequias (e da queda de Jerusalém) para 587 aC, enquanto Edwin R. Thiele oferece 586 aC.

Cálculos de Thiele baseia-se na apresentação do reinado de Zedequias, numa base de adesão, que foi usado para a maioria, mas não todos os reis de Judá. Nesse caso, o ano em que Zedequias chegou ao trono seria seu nulo º ano; seu primeiro ano completo seria 597/596 aC, e seu décimo primeiro ano, o ano Jerusalém caiu, seria 587/586 aC. Desde os anos de reinado de Judá eram contados a partir Tishri no outono, isso seria colocar o final do seu reinado e da captura de Jerusalém, no verão de 586 aC.

No entanto, as crônicas babilônicas apoiar a enumeração do reinado de Zedequias, numa base não-adesão. Primeiro ano de Zedequias, quando ele foi instalado por Nabucodonosor foi, portanto, em 598/597 aC acordo com o calendário baseado em Tishri de Judá. A queda de Jerusalém em seu décimo primeiro ano, então, ter sido no verão de 587 aC. As Crônicas babilônicos permitir que o namoro bastante precisa da captura de Joaquim eo início do reinado de Zedequias, e também fornecer o ano de ascensão do sucessor de Nabucodonosor Amel-Marduque (Evil Merodaque) como 562/561 aC, que foi o 37º ano do cativeiro de Joaquim, de acordo com a 2 Reis 25:27. Esses registros babilônicos relacionados com o reinado de Joaquim, são consistentes com a queda da cidade em 587 aC.

fonte wikipedia