Translate this Page

Rating: 3.0/5 (909 votos)



ONLINE
8




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter


historia da igreja na RUSSIA
historia da igreja na RUSSIA

                         Cristianismo na Rússia

                     Uma Breve História da Rússia 

Rússia! Muitas pessoas sabem do paradeiro do maior país do mundo, mas para obter um vislumbre de sua verdadeira face, aqui está uma breve introdução à sua história conturbada. 

Durante o 3a-8o séculos dC, uma série de tribos do Leste-eslavos começaram a unir-se nas vastas, territórios densamente arborizadas ao norte do Mar Negro, e até o final do século 8 do novo Estado feudal da Rus tinha sido formado. Ao longo dos séculos, cresceu em tamanho e importância, espalhando-se para o norte. O Rusi atribuído poderes sobrenaturais para a natureza, e como resultado, seus deuses pagãos foram nomeadas após elementos como o sol, a terra, a água, etc Havia uma ligação muito forte com a terra ea natureza, o que ainda pode ser sentida na a linguagem de hoje - há muitas palavras para descrever florestas, campos, céu, água, e outras entidades naturais. 

Imperial russa Duplo Bandeira ÁguiaNo século 10 o governante do Principado de Kiev, o príncipe Vladimir , escolheu o cristianismo ortodoxo sobre as outras religiões da época na base que permitiu a tradição russa de consumir álcool, que foi proibido por todas as outras religiões. Nos anos 988-991 AD batismos em massa ortodoxos ocorreu em Kiev; Grand Prince Vladimir fez do cristianismo a religião ortodoxa nacional de Rus - é assim permaneceu até 1917 Desde o colapso da União Soviética em 1991, a Igreja Ortodoxa retomou sua posição como a principal religião do país. 

Cristianismo Ortodoxo é uma mistura de paganismo e catolicismo romano, com algumas tradições puramente eslavas. No sétimo Concílio Ecuménico, a Igreja Ortodoxa Oriental oficialmente dividido do catolicismo ocidental (a Igreja de Roma); e essas duas religiões têm permanecido hostil para com o outro desde então. Por volta do século 15, após a queda de Constantinopla (Istambul moderna), a Rússia tornou-se o centro do credo ortodoxo, com capital de Moscou se tornando conhecido como "a terceira Roma". 

Tsar Nikolas II com sua esposa e filhosDesde então, Patriarcas levaram a Igreja Ortodoxa, mesmo com os czares sendo obrigados a obedecer suas instruções. No século 16, o Ivan IV ("Ivan o Terrível") teve uma influência considerável sobre a história da Rússia ao vencer guerras e fazendo a nações do rio parte da Sibéria, Europeu, e Volga da Rússia durante o seu reinado. A dinastia Romanov reinou de 1613 até 1917, quando os comunistas executado o último czar russo, Nicolau II , juntamente com sua esposa e filhos. Neste ponto, a regra da monarquia russa chegou ao fim. 

Religião na Rússia; Do passado ao presente

A Igreja Ortodoxa manteve o seu domínio sobre a Rússia, e nunca permitiu qualquer sinal de despertar espiritual para se desenvolver. Houve alguns grupos pioneiros espalhados, mas nunca houve verdadeiro avivamento. A maioria dos russos estão orgulhosos de sua igreja ortodoxa, ainda ignorante sobre suas raízes ou sobre o cristianismo real. Bíblias são beijados e decorado com capas elaboradas, mas nunca estudou ou seguido. Há uma abundância de bruxaria, astrologia, bruxaria, cegueira espiritual e confusão. Também há propaganda aberta contra o cristianismo qualquer não-ortodoxos nos meios de comunicação de massa. 

Há cinco mil mosteiros espalhados por todo este vasto território e da Rússia foi e ainda é profundamente religiosa. Os estrangeiros se espantam com a quantidade de tempo dado a atividades religiosas cerimoniais por russos comuns. Quase todos manter o Grande Jejum da Quaresma, e depois assistir o clímax da missa de Páscoa, com o seu beijo triplo e ecoando proclamação, "Cristo Ressuscitado". Coros competir para cantar os melhores cânticos e hinos em igrejas. 

A Bíblia russo

A tradução mais exata russo da Bíblia se origina a partir de meados do século 19 e é chamado de "Sínodo Translation". Foi originalmente publicado pela Sociedade Missionária da Rússia. A linguagem já foi modernizada e várias edições foram publicadas com muitos dos comentários e apêndices sendo tomadas a partir de Inglês e traduções alemãs da Bíblia. Há também uma tradução Ortodoxa (interpretação) que contém os livros apócrifos, comentários Igreja Ortodoxa e algumas declarações doutrinárias. 

"Avivamento" na história da Rússia

Histórica e geograficamente Rússia situa-se entre o leste eo oeste, e ainda assim a mentalidade russa é nem oriental nem ocidental. Há um ditado que diz que "10 russos terá 11 opiniões"! O país ainda é muito imprevisível e espiritualmente oprimidos. Apesar de grande parte do modo de vida ocidental na cultura, arquitetura, etc, tem sido amplamente introduzida e mesmo imposta a Rússia ao longo dos séculos (a começar pelo grande reforma czar Pedro, o Grande , no início do século 18), o religioso Os valores de a população em geral ter permaneceram inalterados; a Igreja Ortodoxa tem sido sempre dominante. 

Ao longo dos séculos, missionários, pregando o Evangelho vieram de terras distantes. No século 14, por exemplo, havia sinais de recuperação no norte da cidade de Novgorod, que sempre teve uma alta proporção de pessoas alfabetizadas e educadas. Igrejas foram construídas com paredes lisas, sem decoração e mantidos livres de ídolos e imagens pagãs; mais tarde, no entanto, eles foram "inundados" com ícones e pinturas religiosas. A Reforma, no oeste nunca chegou a Rússia, com a exceção de alguns grupos religiosos alemães (menonitas), principalmente em movimento para a Sibéria e da Ucrânia, no século 18, onde o alemão nascido imperatriz russa Catarina, a Grande prometeu-lhes a liberdade religiosa. 

No final do século 19 a Rússia teve uma chance de mudar sua história. Missionários ocidentais, liderados por um inglês, Lord Radstock , espalhar a Palavra de Deus entre os aristocratas russos em São Petersburgo, e as esposas de alguns oficiais de alta patente e generais foram convertidos. Vários aspectos, entre a aristocracia russa veio a Cristo. Um fato interessante a se notar é que esses missionários nem sequer fala russo; eles usaram seu conhecimento de francês para converter esses russos francófonos educados. Havia todos os sinais de um renascimento sair: no entanto, outros aristocratas não convertidos ficaram alarmados com qualquer indício de mudança e informou ao czar Alexander II , suplicando-lhe para parar a propagação sendo Word. Líderes da Igreja Ortodoxa se juntou ao recurso, com medo de perder seu poder. Consequentemente, Alexander presos convertidos, exilando alguns e prendendo outros. Senhor Radstock e os outros missionários ocidentais foram impedidos de Rússia; eles tiveram que deixar o país praticamente durante a noite. Alguns consideram este evento histórico particular - uma rejeição tão contundente da Palavra de Deus - para ser a razão para uma maldição futuro da Rússia. Um fato notável é que alguns missionários russos convertidos armênios, que passaram então um avivamento em seu próprio país. 1 

Mesmo antes da revolução comunista bolchevique de 1917, encontros religiosos eram ilegais fora da Igreja Ortodoxa. Sempre evangélica propagação cristianismo, a Igreja Ortodoxa sempre usou seu poder político para reprimi-la. 

"Ouvimos de pequenos avivamentos evangélicos em diferentes partes da Rússia e da Ucrânia, alguns grupos que formam aqui e ali. missão Pentecostes no Império Russo começou em 1911 com a visita de um dos pioneiros do movimento pentecostal na Europa, Thomas Ball Barratt de Oslo, em resposta a convites de finlandês e sueco de língua igrejas evangélicas. Barratt também visitou São Petersburgo, em 1911, mas não parece ter havido nenhuma tentativa de trazer a mensagem pentecostal em russo até 1913, quando começou a publicar Barratt sua revista em russo. Em 1913, grupos pentecostais russos começaram nas igrejas cristãs evangélicas em Helsínquia e Vyborg e se estabeleceram como congregações separadas. Até o final do ano, havia uma congregação em São Petersburgo, e também em 1914 pregadores foram enviados para Batista e cristãos evangélicos congregações tão longe quanto Tiflis. 

Em 1915, Andrew Urshan (o fundador da Igreja Pentecostal Unida nos EUA) realizou reuniões evangélicas em St. Petersburg - até então rebatizada de Petrogrado - em seu salão com atendimentos de até 200 Os convertidos estavam tão ansiosos para serem batizados que os batismos tiveram para ser conduzido num furo no gelo em um rio congelado. Em uma ocasião, a neve era de cerca de dois metros de profundidade. "Nós fomos lá", lembrou Urshan, e uma jovem senhora, que era um pecador, imaginei que eram tolos, e fanática, então ela nos acompanhou para assistir a 'diversão'. Quando chegamos ao ponto de neve, os irmãos conseguiram pá fora a neve, e quebrou um grande buraco no gelo. Assim que um jovem que entrou na água fria, o poder de Deus caiu sobre ela, e quando a mulher pecadora jovem viu o poder de Deus sobre ela, e outros sendo abençoado, ela caiu de joelhos na neve profunda. Levantando-se, ela veio correndo para o córrego congelado para ser batizado. " 2 

Após a revolução comunista de 1917, "inakomysliashie" (pessoas que não aceitaram as mudanças) não foram exilados ou encarcerados mais, eles simplesmente desapareceram. No melhor dos casos, eles foram colocados em Gulags (campos de concentração de trabalho duro isolados): caso contrário, eles foram executados instantaneamente. No século 20, Stalin eliminou a maioria dos crentes não-ortodoxos. Alguns padres ortodoxos tornaram-se comunistas, o que lhes permitiu ainda manter algumas igrejas abertas. Estes sacerdotes trabalhou em estreita colaboração com a KGB (Serviço de Segurança do Estado). Eles relataram a todos que queria ser batizado ou para batizar uma criança: os envolvidos, então poderia facilmente perder o emprego ou ser levado para um campo de trabalho sem quaisquer outras investigações. 

Os soviéticos organizado propaganda anti-religiosa generalizada. Eles foram especialmente contra os evangélicos e batistas (a palavra 'Batista' ainda carrega muito fortes conotações negativas para muitos russos). Comunismo perseguidos severamente quaisquer sinais de fé bíblica. Foi absolutamente proibidos de falar sobre a fé, Deus, ou a Bíblia: 

Vanya (Ivan Moiseyev) na Praça Vermelha"Na última carta que ele escreveu para casa, Ivan Moiseyev (um jovem cristão no exército soviético) pediu a seu irmão Vladimir, 'Não diga a nosso pais tudo. Basta dizer-lhes, "Vanya me escreveu uma carta e escreve que Jesus Cristo está indo para a batalha. Esta é uma batalha cristã, e ele não sabe se ele estará de volta ". Desejo que todos vocês, caro amigo, jovens e velhos, lembre-se este versículo. APOCALIPSE 2:10 "Sê fiel até à morte, e Eu te darei a coroa da vida." No dia seguinte, 16 de julho de 1972, vinte anos de idade, Vanya morreu em circunstâncias suspeitas. Os soviéticos dizem que foi um afogamento acidental. Sua família insistiu que Vanya foi torturado até a morte. " 3 

Está documentado que em 1937 milhares de cristãos foram executados ou foram enviados para campos de trabalho na Sibéria, ou Gulags em áreas inacessíveis no extremo norte. O país era puramente ateísta, ensinando as pessoas a "Moral Codex dos Construtores Comunismo", o que era de fato muito idealista. Muito ensino também foi feita diretamente da Bíblia, mas sem mencionar Deus, e fazendo Lenin e Stalin em ídolos para o povo a adorar. 

Esperança para o Futuro

Agora, depois de um período de transição para a democracia e para longe do comunismo (que proibiu totalmente a existência de qualquer coisa que não seja a religião ortodoxa), a lei de 1997 contra 'seitas' está sendo gradualmente aplicada, que por bandidos efeito qualquer grupo cristão, exceto a Igreja Ortodoxa . Não há perseguição óbvia neste momento, porém, e os cristãos desfrutar de um período de "liberdade"; eles podem reunir-se, abertamente falar com as pessoas sobre Deus e pregar o Evangelho, mesmo que o / movimento carismático pentecostal é colocado além de Testemunhas de Jeová, mórmons, budistas, etc, na lista oficial de "cultos". Missionários do oeste ocasionalmente visitar e pregar, por vezes, para estádios cheios de gente. Embora a maioria dos russos são principalmente indiferente para assuntos espirituais, não é, contudo, uma fome espiritual na terra e milhões de almas que precisam ser salvas! "A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos: Rogai, pois, ao Senhor da messe que envie trabalhadores para a sua messe" ( LC 10, 2 ).

fonte www.avivamentonosul.blogspot.com.br