Translate this Page

Rating: 3.0/5 (934 votos)



ONLINE
3




Partilhe este Site...

 

 

<

Flag Counter

mmmmmmmmmmm


// ]]>


geografia biblica
geografia biblica

                                                                

   

 GEOGRAFIA BIBLICA O CARATER GEOGRAFICO DA BIBLIA                                                                   
                                INTRODUÇÃO GERAL

 

A história biblica se desenvolve num ambito geográfico bastante amplo .Ás regiões ocupadas por potências politicas como Israel,Moabe e Roma são conhecidas,apesar da extenção de seus territórios ter variado consideralvemente ao longo da história.Vários lugares importantes do mundo biblico,como Jerusalém,Damasco, e Atenas,continuam sendo relevantes nos dias do Hoje.Muitas vezes,a menos que haja alguma evidencia escrita,é impossivel identificar determinados lugares com certeza.Não se sabe,por exemplo,a localização exata como Libna e Ziclague no antigo testamento e de Emaús e Arimatéia no novo testamento.

   

                DADOS GEOGRAFICOS DA CIDADE DE EFESO                                          

 Éfeso era capital da Iônia,país antigo,localizado na costa ocidental da Ásia Menor,sobre o mar Egeu.Era uma das mais importantes das 11 cidades de que constituía a província Romana da Ásia.Estava situada na desembocadura do rio Caister.Era porto marítimo,distante cerca de 40 milhas ao sudoeste de Esmirna.Foi fundada por um príncipe grego no século 11 a.c,tendo existência tumultuada,devido a sua localização estratégica.que lhe causou a mudança de dominadores várias vezes,entre macedônios,persas,sírios e romanos. 

Entre os seus mais notáveis conquistadores,podemos mencionar Crespo,rei da Lídia,cuja capital era Sardes,e que a conquistou em 560 a.c.Já em 557 a.c ela mudava de dono,sendo conquistada pelos persas.Com a vitória de Alexandre,o grande,sobre os persas nas batalhas de Grânico em 334 a.c,em Isso em 333 a.c,e em Arbelos em 331a.c,Éfeso ficou sob domínio grego-macedônio.(notas,A.P Vasconcelos,apocalipse,1980,cpad). 

 Com a morte de Alexandre,o grande,Lisímaco,seu general ajudante de ordens,foi proclamado rei da Trácia e Macedônia,ficando Éfeso sob seu governo.Em 286 a.c,Antíoco,o grande,da Síria,conquistou os domínios de Lisímaco,e Éfeso mudou uma vez mais de dono.Após derrotar Antíoco,o grande,na batalha de Magnésia,em 190 a.c,os romanos se apoderaram de Éfeso e a presentearam a Êumenes 3°,rei de Pérgamo,em 133 a.c,ele retornou ao poder Romano que então a converteu em Capital da Província Romana da Ásia,devido a sua localização ideal ao comércio.(notas ibid,pp.12). 

Em Éfeso havia,entre outros,dois grandes edíficios:o templo de Ártemis e o teatro.O templo de Ártemis sofreu um grande incêndio,motivo por que foi reconstruído em 365,em estilo iônico e,depois então,considerado uma das maravilhas do mundo antigo.Suas dimenções eram 342,1/2 x 164 pés,e consistia em duas ordens de colunas:duas ordens de 8 colunas dupla,frente a frente,na largura,e outra ordem 18 colunas duplas,também frente a frente,de fundura,a saber,em cada lado.Essas colunas eram autênticas monolíticos de mármore branco de 55 pés de altura por 18 de circunferência.A coberta era toda á base de mármore branco.Suas partes interiores eram decoradas esplendorosamente por artistas famosíssimos do passado,tais como Fídias,Praxíteles,Escopas,Parasios e Apéles.Esse colosso foi destruído pelos Godos em 260 a.c.(ibid,pp12). 

 O teatro foi um dos maires conhecidos no passado :tinha um auditório semicircular de 495 de dianmêtro e constava de 66 filas assentados e outros camarotes para acomodar uma assistêcia nada inferior a 24.000 pessoas sentadas.Dizem os historiadores que então,Éfeso deveria ter uma população superior a um milhão de habitantes,mas de modo aquele explendor passado,tudo o que existe hoje é um meseu de recordações pagãs e as ruinas deixadas por terremotos que destruíram completamente,parecendo indicar o desagrado de Deus áquela cidade pagã,que não quis aproveitar a oportunidade dada por tantos anos á aceitação da menssagem do Evangelho a ela propiciado por fiéis testemunhas.De fato,pelas ruínas que ali foi dado ver,como ruas calçadas de marmores branco e coisas outras em nada inferiores,podemos crer que Éfeso foi uma grande e rica cidade do passado,que atualmente nem mais porto é,porque os aluviões de areia trazidos pelas enchentes do rio,aterraram de tal modo o seu porto,que hoje suas ruínas,estão a 30 kilometros distantes da praia do Mar Egeu.(ibid,pp12-13).

 

O terremoto aconteceu no ano 29 da era cristã,foi muito danificada por um terremoto e Éfeso foi reconstruída por"Tibério",o imperador de Roma romano..Residiam em Éfeso muitos judeus e cidadãos romanos que mantinham uma sinagoga judaica(AT14.10,11,12,13,AT8.17-19).(ibid,pp15).   

 

              COMO O CRISTIANISMO CHEGOU EM EFESO?

 Foi no governo ainda romano que o cristianismo chegou a Éfeso,talvez no ano 52 d.c,trazido por Aquila e Priscila(AT18.18-21,24-28).O certo é que ao chegar ali numa viagem rápida no ano 54 d.c,quando de sua viagem missionária,Paulo voltando da Palestina deixou ali esses dois pioneiros.Quando o Apostolo Paulo fez a sua viagem á Jerusalém,já no fim de sua jornada missionária,fez uma curta visita a Éfeso,na primeira vez pregou na sinagoga e deixou Aquila e Pricila para continuar a obra(AT18.19-21),a quem pouco tempo se ajuntou Apolo.Quando fez a terceira jornada missionária,esteve pela segunda vez em Éfeso.

Paulo trabalhou em Éfeso pelo menos 2 anos ou 3,sendo a razão provavel dessa demora a devido á  importancia de lugar como sede principal de idolatria,e grande centro de influencia.Os trabalhos de evangelização foram coroados de notáveis resultados,tanto entre os cidadãos como entre a gente das aldeias circunvisinhas segundo uma tradição,viveu apóstolo João evangelista,em Éfeso nos anos mais próximos do seu final ministério na terra.Nesta cidade então com permanencia de Paulo,todos os habitantes da Ásia ouviram a palavra sobre o Senhor Jesus,assim judeus como gregos(AT 19.10).Éfeso chegou mesmo a tornar-se o centro ou sede do mundo cristão naquela época.Sim entendemos que houve ali um grande avivamento extraordinário e muito abrangente,nossas palavras não são suficiente para descrever ou de se imaginar o poderoso avivamento que Deus enviou nessa cidade.Nesta cidade de Éfeso Paulo trabalhou muito com empenho no ensino,as vezes nos dá uma impressão que ali foi organizado um tipo de instituto biblíco Pentecostal,ou nos parece ter um tipo de uma faculdade cristã,ou uma escola biblíca,o ensino era notável na dedicação de Paulo,pois está claro o texto que Paulo ali ensinava.Imagine que ali vinham gente de vários lugares aprender,irmãos que estavam com sede de apreender,com certeza havia ali um tipo de instituto ou escola biblica.

Por ocasião em Éfeso,ou um tumulto levantando por Démetrio o fabricante de nichos de Diana por ver-se prejudicado na sua industria de ouvires pela pregação de Paulo(AT19.1-41,1COR 15.32, 16.8 ,2TM 1.18).Paulo deixou timotio em seu lugar para guardar a igreja de ser prejudicada por falsas doutrinas(TM1.3).Subsequentemente,voltando da Europa e não podendo chegar a Éfeso,convocou os presbíteros da igreja de Mileto9AT 20.16-170,posteriormente enviou e ordenou lá assumindo Tiquico,levando  a carta que havia escrito a igreja(EF1.1 6.21 2TM4.21).A igreja de Éfeso era uma das sete igrejas da Ásia referida como estamos vendo(AP 1.11,2.1-7).A carta foi enviada quando a igreja contava com 39 anos fundação ade Éfesios,ou 40 de existencia a congregação sede em Éfeso vamos assim dizer e Paulo foi o fundador da igreja em Éfeso.

Em toda a Ásia Menor,não havia igreja mais dedicada,dinamica e ortodoxa do que a de Éfeso.O seu preparo teológico era tão sólido,que o seu pastor capacitara-se,inclusive,a confrontar os que se diziam apóstolos(AP2.2).Éfeso era a igreja apologética por excelência.Ela destacava-se também por seu testemunho,esforço e extenuamente labor pela expanção do reino de Deus.Até o própio Cristo elogiou os efésios.Eles eram uma referência em toda aquela região da Europa.Apesar de todas as suas inegáveis virtudes e qualidades,havia um sério problema com Éfeso,se eles dispusessem a resolve-lo seria uma igreja perfeita. 

A solidez doutrinaria de Éfeso.O preparo biblíco e teológico de Éfeso era singular.Afinal,tivera o privilégio de ter como pastor,por 3 anos,o maior teólogo do Cristianismo(AT20.31).No período desse tempo,Paulo lhes expôs todo o conselho de Deus (920.27).Pode haver um curso biblíco mais completo/E a carta que o apóstolo lhes enviou?(EF1.1-5).Aqueles cristãos doutoraram-se na Palavra de Deus na verdade.Uma igreja de ministérios excelentes.Além de Paulo,a igreja foi pastoriada,também por Timótio e Tíquico,dizem alguns estudiosos que o seu púlpito teria sido ocupado,ainda,por João,o discípulo amado.Os obreiros que por lá passaram eram de comprovada excelência.Que outra igreja excetuada a de Jerusalém,desfrutou de mais privilégios?No entanto,conforme já dissemos,havia um sério problema com Éfeso.(notas,rev,cpad 2000). 

O terceiro concilio geral da igreja se efetuou em Éfeso no ano 431,e definiu o dogma sobre as duas naturezas em uma só pessoas.Outro concilio na mesma cidade no ano 449,restaurou Eutico. O sumario das referencias biblicas á Éfeso é o seguinte:Situada o templo e a imagem de Diana,que sugeriam ilustrações a Paulo(1COR 3.9-17,EF 2.19-22,1TM3.15,2TM2.20).Centro ou sede de trabalhos de Paulo quando concluia a sua segunda viagem(AT18.19-21)e por 3 anos ali evangelizou também quando realizava a sua terceira volta missionaria(AT 19.1-20,20.31)foi o tumulto que fizeram os adoradores de Diana(AT19.21-41,AT 20.1 1COR 15.32),depois disto mandou Paulo chamar os três presbiteros de Éfeso para se reunir com ele em Mileto(AT 20.16-18).Ali exerceu Timótio o seu ministério(1TM1.3),e trabalhou também na obra do evangelho Aquila e Priscila(AT 18.18-19,2T 4.19,E Apolo AT18.24)também trofino e tiquico(AT20.4 21.29 2tm4.12)foi na cidade resistencia de alguns discipulos de João Batista(AT 19.1-3)E de Onésimo(TM 1.16-18,4.19),De Alexandre o latoeiro(2TM19.24).de Demétrio(AT19.24)e dos filhos de Sceva(AT19.14)e de Himineu e Alexandre(1TM 1.20,2TM 4.14)e finalmente de Figelo e Hermogenes(2TM 1.15)e o lugar de uma das 7 igrejas a que referimos(AP1.11,21)sendo essa igreja que Paulo dirigiu-se de Roma sua carta aos Éefsios.(notas dic.universal,traduzido por Orlando Boyer 1957).  

 

                          DADOS GEORAFICOS DE SARDES 

Sardes era cidade existente desde o século 8° a.c, era capital do reino de Lidia,que foio maior poder encontrado pelos gregos em sua missão conquistadora,durante a colonização da Asia Menor.Estava situada 50 milhas ao nordeste de Filadélfia, na falda meridional do Monte Tmolus,á margem oriental do rio Pactolus,numa fertilissíma região da Ásia Menor.Sua acrópole,que sempre compreendia a parte mais alta da cidade antiga daquela região,coroava um monte de aproximadamente 300 metros de altura,dando-lhe um aspecto de rara beleza urbanística.(notas A.P.Vasconcelos,apocalipse,pp.41).
Dos monarcas que dominavam em Sardes,o mais notavel  de todos é Crespo,que se distinguiu de seus antecessores pela fabulosa riqueza que possuía,parte da qual era oriunda do ouro de aluvião encontrada nas areia do rio Pactolus que bordejava a cidade.O reino de Crespo caiu em poder em poder de Ciro,rei da Pérsia,em 546 a.c,que tomou a cidade de Sardes e transformou o reino numa satraparia da Pérsia,para onde foi transportada toda a riqueza de Crespo.(ibid,pp.42).
Em 499 a.c, houve a invasão macedônio do reino Pérsia.Em 334 a.c Sardes foi oficialmente conquistada por Alexandre,em consequência de sua vitória sobre os Pérsas na batalha de Grânio.Em 214 a.c,Antíoco,a conquistou e saqueou,mas ,jé em 190 a.c,os romanos a conquistaram na batalha de Magnésia e a tornaram numa das cidades que integravam a Província Romana da Ásia.(notas,ibid,pp.42).
Em 17 a.c,ela foi destruída por um terremoto quando imperador Tibério,num ato de generosidade,dispensou todos os impostos devidos pelos cidadãos sardenses ao Império,a fim de eles reconstruírem a cidade,o que foi feito.Atualmente,porém,ali existe sob o poder dos turcos,a ruínas da antiga cidade,apenas existe ali aldeia denominada "Kalessi",em nada comparável a cidade do passado que foi destruída.  
Sardes hoje tem o nome de "Statart",Existem ruínas magnificas de um templo dedicado a deusa Cibele.Ao seu lado encontram-se as ruínas de uma igreja cristã,erigido no 4° século.Também nestas ruínas há um estadio de um teatro.A cidade encontra-se destruída em parte talvez por causa de alguns terremotos muito frequentes naquela região.O lugar hoje uma admirável aldeia em meio as ruínas de passadas grandezas,útil ás caravanas que vão de turismo que se dirigem da Pérsia a Esmirna para negócios de ceda.(notas.dic,wicllif,cpad).
Vale a pena lembrar que Sardes ficava a 50 kilômetros de Esmirna,e cidade foi a capital do antigo reino da lídia(700 a.c),foi uma das cidades mais magnificas do mundo.Sua riqueza era legendária.A cidade original era uma cidade-fortaleza quase inexpugnável,cercada por por penhasco.Na época em que João escreveu a carta,a cidade se orgulhava em ser o centro do comércio de lã.Alguns chegaram a sustentar que a arte de tecer a lã descoberta em sardes.Havia muitas indústrias de lã e tinturaria na cidade.Contudo a cidade passava por uma degeneração moral.Tornou´se o centro do culto a Cibele,deusa da região,cuja imoralidade e decadência eram notáveis.Havia em Sardes o culto á deusa artêmis,que se dizia,que se dizia poderosa em restaurar a vida dos mortos.(notas.rev. socep,outubro de2001)
De acordo com livro das antiguidades judaicas de Flavio Josefo,o historiador judeus do primeiro século a.c,havia em Sardes uma colônia judaica semelhante de outras existentes noutros lugares,dedicava-se a atividades comerciais e financeiras,o que lhe assegurava,de certo modo,grande influência diante da sociedade ambientes e os poderes políticos.

 

                  Geografia cidade de Esmirna(apocalipse)
                                             

Começaremos com a própia cidade de Esmirna.Situava-se a 50 km ao norte de Éfeso e rivalizava com ela por ser a cidade de maior destaque na Ásia.Era chamada a flor da Ásia,coroa da Ásia,orgulho da Ásia.Cidade portuaria do Mediterrâneo,aos pés dos montes Pagos,Esmirna era conhecida,e ainda é,como uma das mais prósperas cidades da Ásia Menor.Fiel a Roma até mesmo antes de esta ser dona do mundo,Esmirna construiu um templo para culto ao imperador Tibério,em 26 a.c,quando todas as grandes cidades da Ásia disputavam entre si este privilégio.(notas revista,educacação cristã,vol17,10/2000).
É geralmente aceito que Esmirna foi originalmente fundada no extremo norte da baía de Esmirna,no local denominado pelos turcos "Tepekule ou Bayrakli",estando suas ruínas localizadas na falda do Monte Spilos,cerca de 200 metros ao Estel da estação ferroviaria de Bayrakli.Esmirna,seu nome significa"Mirra',nome de uma substancia aromatica que em hebraico se chama"Mor',e em grego"Smyrma",arvore que produz,cresce na Arabia,é arvore baixa,de casca e madeira aromatica,tem galhos curtos e espinhosos,e folhas folicidas,produz uma fruta semelhante a ameixa,a palavra é usada 3 vezes nos evangelhos(MT2.11,MC15.23,JO19).O nome descreve uma igreja,perseguida até o martir,"Mirra",um dos ingredientes empregados no embalsamento de pessoas,nos perfumes prévios de seu sofrimento,tal como a igreja de Esmirna.(notasA.P.V.pp.15,1980,cpad).
No ano 2.000 a.c,os Hititas capturaram Esmirna sob o comando do rei Tudhalya 4°,havendo quem afirme que o vocábulo "Tepekule",remonta a essa ocupação Hitita,e que o rei Tudhalya é o mesmoTântalos que,segundo a tradição grega,era o rei de Lídia.Em 628 a.c ela foi conquistada por Alíatis,rei de Lidía,e destruída,deixando praticamente de existir.Porém,voltou a existir na localidade atual desde 320 a.c.havendo duas versões sobre sua reconstrução:uma que afirma haver sido Antigono e outra que diz haver sido Alexandre,o grande,atravez de seu general Lisímaco quem a reedificou.Sabemos,porém,haver sido Lisímaco quem urbanizou de tal modo a toma-la a cidade mais linda da região nos tempos antigo.(notas,ibid,A.P,V,pp.20).
A nova Esmirna,a atual,tem a glória de ser  o berço de Homero,o autor da obra"Odisséia"e da "Ilídiada,livros que sendo antigos,ainda circulam em nossos dias,inclusive em idioma português.Também sabe´se haver vivido ali Herótodo,o chamado "pai da história",o geografo Estrabão e Pausânias,que era também geógrafo e historiador,e todos foram vultos de renome universal em seus tempos.Outro vulto histórico que ali esteve,foi Alexandre,o grande,a quem a população esmirniana não ofereceu resistencia guerreira,motivo por que foi por ele protegida,conforme era seu costume fazer em casos desta natureza.(notas ibid.pp.20).
A cidade se desenvolveu,tornando-se um dos principais centros e portos comerciais da época.Estas circunstâncias atrairam para ali uma grande colônia judaica grande e eram fluentes, que,seu modo,passou a influir na vida financeira,comercial,social e mesmo religiosa da cidade.Em decorrência dos macedônios haverem sido transferidos ao governo romano,mediante conquista armada.Esmirna se tornou uma das 11 cidades que constituíram a Provincia Romana da Ásia,no primeiro século da nosso tempo.(notas,ibid,pp.21).
A ultima conquista a que Esmirna foi Submetida,foi a turca,que teve lugar no ano 1.313 a.c,e perdura sob o governo turco desde,então,sendo ela uma das mais belas cidades e populosas cidades turcas,com cerca de 500 mil ou mais pessoas de habitantes,quase todos muçulmanos,porém vivendo modo de vida ocidental,ou ocidentalizada,que faz com que os turcos religiosos a denominem de Giaour Izmir.É,de fato,uma linda cidade puramente ocidentalizada á moda turca.nos tempos de João a cidade pode ter chaga a 200.000 habitantes. 

                                O cristianismo em Éfeso
                               (história do cristianismo)


É possível que sendo Esmirna uma das 11 cidades constituintes da Iônia na época da introdução do Evangelho na Europa,quando a cidade incorporada á Provincia Romana da Ásia,o evangelho haja chegado ali como consequência do ministério de Paulo em Éfeso,(AT19.10),em sua terceira viagem missionária.Elas eram cidades vizinhas,não distando mais de 40 km uma da outra e ligadas entre si pela grande e importancia estrada comercial.

                 Contexto histórico e geografico da cidade de                                                            Pérgamo 
                               (geografia biblia e arquelogia )


O nome"Pergamo"significa"alto""elevado",situado geograficamente no continente da Asia Menor(hoje atual porção da turquia Asiática.Pérgamo situada em um monte de cerca de 300 metros de altitude,comandava o vale fertil do rio Caico,no sul da ilha de Lesbos,cerca de 30 qiulometros do mar Egeu,e comunica-se com e mar atravez do Caico,que era navegavel ´por pequenas embarcações.Pérgamo também se localizava,sobre a grande estrada norte-sul que na ida de Éfeso até Cízico,sobre a Propôntida ou mar de Mármara.(notas dic,Wycliffe,cpad,2009)
A verdadeira história da cidade começou no século 3°,ou seja 300 anos antes de Cristo,sob a dinastia dos Átalos,quando se tornou a capital de um reino Helenístico de considerável importáncia.Á talo 3° entregou seu reino a Roma em testamento.Em 133 a.c,por ocasião de sua morte,tornou-se a província da Ásia .Os reis de Pérgamo tinham o poder necessário para expandir seu hábil controle da riqueza natural do país,que lhes foi concedido livremente como patronos das artes,,fazendo de Pérgamo uma das melhores e mais bonitas cidades gregas.Situava-se nos recifes,nas encostas da montanhas,desenvolvendo-se também aos pés das montanhas,ali se localizava um famoso balneário dedicado ao deus Ascépio.Pérgamo era famosa por sua escola e escultura.(notas,ibid,pp.1510).
Arqueologia biblia,ou arquelogia antiga.(obsevação,a palavra"arqueologia"origina-se de duas palavras gregas"archaios e logos,que significam literalmente"um estudo das coisas antigas".Mas o termo foi mais refinado do que isto,e geralmente se aplica ao estudo de materiais escavados pertencentes a uma era antiga.A arqueologia da biblía pode ser definida como um exame das coisas antigas,que foram perdidas e encontradas novamente,como objetos recuperados relacionados ao estudo das Escrituras,e o retrato da vida nos tempos antigos.)As escavações em Pérgamo foram iniciadas em 1868,e revelam até agora cerca de 60 por cento da cidade.O grande altar esculpido de zeus(41 por 38 metros foi identificado por alguns como o "trono de satanás"v.13.Em sua carta á igreja de Pérgamo,João registrou as as doutrinas de Balão e dos nicolaítas.A primeira estava aparentemente relacionada com os cristãos casando-se com pagãos,e com a crença de que já que os deuses pagãos não existiam,a participação cristã nas festas idólatras não os contaminava.(notas,ibid,pp.1511).   
Em Pérgamo no ano 29 d.c foi edifiaco um templo,único templo de culto imperial,em honra de Roma e Augusto,indica ser a capital da prôvincia,embora Éfeso e Esmirna tenham sido a primeira cidade do ponto de vista comercial.Pérgamo era o centro religioso um dos maires cultos pagãos,zeus,,Atena.Pérgamo era considerada como sede do poder do mal,porque,no culto imperial o poder dado por deus pertence ao estado havia sido empregado na adoração blasfema de um homem. O nome significa'alto"ou"elevado",seu nome esta relacionado a "purgo" isto é"torre forte" ou "castelo",Pérgamo como observa,foi a "cidade de troia",e por esta razão tinha o nome.Cidade notavel e centro da cultura helenica,teve uma biblioteca com cerca de
200.000 volumes.O pergaminho superior ao do papiro egipcio foi inventado nessa cidade levando seu nome,depois que um rei do Egito,por conviniencia,proibiu a exportação de papiro para pérgamo.  
                                                                                                                
                                O cristianismo em Pérgamo
                                              
Cremos que cristianismo chegou em Pérgamo como fruto  do ministério de Paulo em Éfeso(AT19.10.Na carta que Jesus enviou á igreja,ele a adverte sobre grande perigo.

 

                       DADOS GEOGRAFICOS DE FILADELFIA 

Os nome Filadelfia significa"amor fraternal",e Jesus fez uma declaração a esta igreja.Ele queria que os perseguidores daqueles crentes soubesssem o quanto eles eram amados por Deus v.9,você tem sofrido algum tipo de perseguição?não fique triste,cedo ou mais tempo,seus perseguidores reconhecerão o quanto você é especial para Deus(ML3.17).Os crentes de Filadelfia tinham pouca força,sua igreja era pequena talvez,não fossem ricos,nem possuissem influencia social e politica.Contudo mantiveram-se fiéis a Cristo,obedecendo e não lhe negando o nome,apesar das perseguições.

Você pode ser minoria em sua escola ou em seu trabalho,pobre ou até debilitado fisicamente.Mas isto não impede de demonstrar a sua fé em Cristo e viver uma vida de santificação e dedicação e testemunhar de Jesus.O Senhor demonstra alegria ao escrever esta tão singela carte á igreja de Filadelfia.Esta igreja,como a de Smirna,não recebeu críticas do Senhor,mas elogios.A expressão 'pouca força' carateriza a natureza da igreja,vinda de um período de grande perseguições e incompreenções.Entretanto Nemias afirmou:"...porque a alegria do Senhor é a nossa força"(NEM8.10).Nessa força devemos caminhar e aproveitar a grande porta que o Senhor nos abriu(1COR16.9).

Tudo o que Jesus mencionou na carta á igreja de Filadelfia constitui numa menssagem especial á igreja de Hoje.Vivemos a iminência da volta de Jesus e as portas que foram abertas podem se fechar.É mister a obra de Deus enquanto é dia,pois noite vem trazendo consigo a hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo.Guardemos pois a Palavra de Deus em nossos corações e vigiemos,pois perto está o Senhor.

Jesus abriu uma grande porta de evangelização e da obra missionaria, e da evangelização,levando a avançar como reino de Deus além de suas fronteiras,a assim alcançando almas e muitos lugares perto e longe,pois o evangelismo ampliava e o trabalho de missões também.     De um modo geral todos os comentaristas estão de acordo quanto ao seu significado,nome"amor fraternal',estando aqui neste apelativo o sétimo e ultimo uso desse termo,no novo testamento(veja RM14.10,1TESS4.9,HB131,22,E 1PD1.7),este ultimo 2 vezes.Filadelfia era mais nova das 7 cidades a que foram dirigidas as cartas do apocalipse.A cidade foi fundada por volta de 150 a.c,no periodo do reinado do Rei Atalo 2° Filadelfo,de Pérgamo e recebeu o nome Filadelfia(amor fraternal),em homenagem á lealdade do Rei Atalo a seu irmão de idade Eumenes 2°,que precedeu o trono de Pérgamo.A cidade de Filadelfia era provincia (cidade0 Romana da Asia Menor(hoje atual porção da (Turquia Asiatica).Filadelfia fundou (no vale cógamo,no sopé do monte Tmolo,mais ou menos 122 Km de(Esmirna),a cidade de Filadelfia.(notas coment.apoc,Severino P.S,1992,CPAD).

Foi fundada para constituir um centro de disseminação e  idioma da cultura e dos costumes gregos.Desde o inicio foi a cidade de divulgação e fidelidade ao Helenismo.No ano 17  d.c,foi destruída por um terremoto e logo depois,restaurada.Foi Filadelfia a Sede de uma das 7 igrejas da Asia a que se dirige o apocalipse.A cidade de Filadelfia tem o  nome atual(Allah Sher)e continua ser habitada.Os muros da antiga cidade ainda continuam de pé,cercam varios outeiros com as ruínas de um templo e de outras construções antigas,novo nome da cidade Amonita(Rabata).(notas dic.Jhon Davis,1955).

Filadelfia estava localizada numa região a entrada do largo vale Hermus,cortado pelo rio Coamis,á margem da grande estrada comercial Romana,que ligava país outras cidades do pais e ao Mar Egeu,atravez dos portos de Éfeso e Esmirna,e a distancia apanas de 28 milhas de Sardos,localizava ao sudeste.

 

                              O cristianismo em Filadélfia

                                  História do Cristianismo 

Desde que"toda Ásia ouviu o Evangelho",segundo AT19.10,quando Paulo esteve por dois anos completos em atividade evangelística em Éfeso,sendo Filadelfia cidade integrante de referida Provincia,é lógico e natural crer-se que ali chegou o cristianismo nesse tempo,a saber,cerca dos anos 54 a 56 d.c.A igreja de Filadelfia,ao mesmo tempo que a de Esmirna,e pelos mesmos motivos,teve muitos de seus membros martirizados,e cremos,um dos poderes opressores existentes em ambas as cidades,era colônia judaica.Os pagãos com as autoridades,sempre se levantaram unido ali,mas os cristãos não se deixaram intimidar e venceram o mundo o diabo,morrendo por amor a Cristo,firmes na fé e na verdade que creram. 

Então entendemos que o cristianismo surgiu no periodo apostólico.Mais tarde tornou-se a sede de um(bispado),e no século 13° era o centro cristão de toda região da(Lidia),sendo residencia de um(arcebispo),manteve-se uma fortaleza do cristianismo.Quando a cidade caiu no poder dos Turcos no ano de 1390,e depois foi conquistada por Tamerlão,em 1402,este soberano constroi um muro na tomada de Filadelfia.Contudo,isso não abateu a firmeza dos cristãos e sua firmeza dos cristãos e sua determinação de permanecer leais ao Senhor.(coment.apocalipse,ADSD).

Filadelfia continuo uma cidade cristã,como Esmirna.Constitui notável coencidencia que as duas cidades,Esmirna e Filadelfia,que retiveram seu carater e população cristã por mais tempo do que as outras cidades da Ásia Menor,são as cidades cujas as igrejas foram tão puras e irrepreenciveis no tampo do apóstolo João,que as cartas escritas são as únicas que não contem repreenção.(ibid,apoc,ADSD).

Filadelfia era rica comercialmente,principalmente por causa da plantação de uvas nas aldeias ao seu redor.A sua principal dividade era(dionisio).O desafio da igreja era a evangelização da comunidade judaica presente em Filadelfia.Outro dado particular de cidade,geograficamente é que a estrada,que de Éfeso ia para(leste),tinha uma concorrente aquela que vindo do (porto de Esmirna),passava por Filadelfia,e atravez da(Frigia).,dirigia-se para o grande planalto Central.Filadelfia se observarmos bem,ficava na rota da estrada do correio imperial que vinha de (Roma),e atravessava o (porto de Troade),segundo para Pérgamo,Sardes,Antioquia(capital da Psicidia),depois de atravessar outras regiões,(essa via),alcançava (Antioquia-capital da Siria),e finalmente costeando,alcançava(Jerusalém).Eis uma das razões porque o Senhor disse"eis que diante de ti pus uma porta aberta".v8 

Hoje , local é ocupado por uma aldeia turca chamada"Allah Shehr",que significa"cidade de Deus",e há na região uma coluna solitária,resto de um antigo templo.Os visitantes gostam de associar estes fatos ao v.12,onde jesus promete fazer do fiel uma"coluna no templo do meu Deus"e escreve sobre ele "o nome da cidade de meu Deus".

     

                       Geografia da cidade de Laodicéia

A cidade da província romana da Asia,na área da Frigia.Situa-se sobre uma colina de 280 metros de atitude,a 16 km de Colosso,no grande vale do rio Lico,um afluente,do rio Meandre.Estava cerca de 144 km,na grande rota comercial que ia da costa até o interior,da ASIA Menor.Laodicéia foi fundada pelo rei Selêucida Antíoco 2°(261-246),que deu o nome de sua irmã e de sua esposa.Laódice.Ele a colonizou com povos sírios,e judeus trazidos da Babilônia.Sua grande riqueza provinha do comércio e da produção de uma mundialmente famosa lã negra de fina qualidade.Era cidade tão prospera que recusou um subsidio imperial quando foi destruída por um desastroso terremoto no ano 60.Os cidadãs a reconstruíram com seus própios recursos.(notas dic,Wycllif). 
O nome Laodicéia é em alusão a esposa de Antíoco como vimos.Outros porem vem essa palavra grega o significado de "poko",e"juizo",ou"costume".Antes se chamava "Diospolis",cidade de Zeus,e foi melhorada e ampliada por Antico 2°,que lhe deu o nome em homenagem a sua esposa,que tinha o nome Laódice.Já que Laodice era o nome Fenicio,nos tempos do novo testamento,seis cidades receberam esse nome,no periodo Helenista,e Antíoco 2°,povou com sirios e judeus.Laodicéia era chamada de "Laodice do Lico',isto é conforme asseverava Estrabão,578,a provincia creceu consideravelmente romana da Asia Menor,no segundo século A.C.
Era cidade principal da Frigia Pacatiana da Asia Menor e estava sobre os rios Licos,tributário do Meanbro,situava-se perto de colossos..Havia grande movimento de comercio,estava em comunicação com o oriente e ocidente da Asia.A cidade possuía fabrica de panos e de vestúarios de lã escura,predileto de ovelhas criadas nas suas vizinhança.Tinha uma escola de medicina,onde se preparava um pó aplicado para cura de moléstias dos olhos.Estando situada numa região em que eram criados grandes rebanhos de ovelhas negras,Laodicéia tornou-se o centro comercial de lã preta e lustrosa,bem como de vestimentas pretas de fabricação local.A cidade também era conhecida como centro exportador do famoso pó frígio para os olhos.
Esta cidade se distinguiu ´por sua grande riqueza,,era um importante centro comercial devido as cidades que passaram por ali em direção ao oriente.Por estar situada numa região fertil,surgiram varias industrias em Laodicéia,como lã e de roupas,tornando uma cidade comercial e lançaria além de uma estação de agua que atrai muitos turistas,la havia uma escola  famosa de medicina como vimos.Era forte o centro financeiro ,com grandes casas bancarias que atraíram muita riqueza.Além disso obteve fama por ficar perto do templo de Caru,onde funcionara bem conhecida escola de medicina.
Assim Laodicéia distinguiu-se nos tempos do império Romano como uma das cidades mais ricas do Oriente.Tudo isso proporcionava a cidade muita riqueza,embora sendo constantemente castigada por terremotos,o que naturalmente,forçou o seu abandono.A religião local conserva-se em idolatria.O povo adorava o deus frigio"men karou",original da região.
Continha grande numero de judeus ali residentes(Antig,14.10,20).Epafras trabalhou ali como evangelista e fundou a igreja cristã,quando Paulo escreveu a carta aos Colossenses(62 d.c)já havia cristãos em Laodicéia(COL4.12,13,16).Paulo demonstrou grande interesse pelo progresso da igreja em Colossos bem como pelos irmãos que estavam em Laodicéia(COL2.1).Enviou-lhes saudações e escreveu-lhes uma carta de que talvez só um exemplar foi deixado em Laodicéia(COL 4.15,16).Creen alguns que a carta referida é a carta aos Efésios.Uma das sete igrejas mencionada no apocalipse,como vimos chama-se Laodicéia.A mensagem a igreja contem amargas repreensões e nela as riquezas que a tornaram famosa.
Pelo ano de 65 d.c,Laodicéia,Colossos e Hierapolis,foram destruídos por um terremoto.Os habitantes reconstruíram a cidade a sua propia custa,sem auxilio do governo.As ruínas de Laodicéia  poder ser vista no lugar chamado(Eski Hissar),perto de"Deniziu"a uns 93 km a sudeste de Esmirna,(hoje atual porção Asiatica).Esta ultima carta é a mais lamentável.Paulo escreveu sua carta aos colossenses,embora ele ainda não tivesse visitado essa cidade pessoalmente.A grande preocupação de Epafras com os cristãos sugere que ele pode ter sido o fundador dessa igreja(COL4.13).Paulo conclamou os crentes de Colossos a saudar os irmãos e trocar cartas com eles(4.15-160Provavelmente a carta de Paulo a Laodicéia foi perdida,assim outras de suas cartas(1COR 5.9),embora alguns estudiosos mais devotos tenham afirmado que o livro canônico dos Efésios foi originalmente enviado aos laodicenses.A última das cartas de João as sete igrejas da Asia foi enviada a Laodicéia.Na época em que ele escreveu essa carta,a maior parte da igreja de Laodicéia havia se desviados.

 

VEJA MAIS ASSUNTOS: WWW.BIBLIAGEOGRAFIA.BLOGSPOT.COM

                 VEJA:WWW.BIBLICAARQUEOLOGIA.BLOGSPOT.COM

                           MAPA DOS IMPERIOS ANTIGOS